Além do fluxo lávico, uma série de tremores balançou a região três semanas após a erupção do Cumbre Vieja 

Blocos de lava derretida tão grandes quanto um prédio de três andares escorreram do vulcão Cumbre Vieja, na ilha espanhola de La Palma, neste domingo (10), de acordo com o Instituto Espanhol de Geologia e Mineração.

Além disso, uma série de tremores balançou a terra na região, três semanas após a erupção do vulcão. Houve 21 movimentos sísmicos neste domingo, o maior deles medido em 3,8, afirmou o Instituto Geológico Nacional Espanhol (ING), fazendo a terra tremer nas vilas de Mazo, Fuencaliente e El Paso.

O fluxo de lava, com temperaturas de até 1.240 graus Celsius, destruiu os últimos edifícios que resistiam na vila de Todoque, afirmou o Instituto de Vulcanologia das Ilhas Canárias, no Twitter.

No último sábado (9), o magma incandescente impediu o deslocamento de cientistas na região. A face norte do cone de erupção desmoronou nas primeiras horas da manhã, o que levou à emissão de fluxos em várias direções.

O vulcão está em erupção desde 19 de setembro no município de El Paso, a principal parte afetada da ilha. Nove dias depois, a lava chegou ao mar.

r7