A Polícia Civil intensificou as buscas para tentar localizar o prefeito do município de Maribondo, Leopoldo Pedrosa (PRB), que é considerado foragido da Justiça depois que teve sua prisão domiciliar revogada, na última quarta-feira (11).

O delegado João Marcello, Regional de Penedo, vêm realizando diligências para localizá-lo diante do mandado de prisão em aberto. O mandado de prisão foi expedido pelo Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL).

O prefeito estava sendo monitorado por tornozeleira eletrônica, e cumprindo prisão domiciliar, pelos crimes de homicídio, tráfico de drogas, porte ilegal de arma e violência doméstica.

Mas, o Centro de Monitoramento de Tornozeleiras – COPEN, certificou que a tornozeleira havia sido rompida na manhã da quarta-feira (11), logo após o julgamento do TJ/AL.

O delegado João Marcello informou que as diligências continuam no sentido de localizar o prefeito.

Desde dezembro de 2019, Leopoldo Pedrosa estava em prisão domiciliar, após ter sido preso com 1kg de cocaína pura, avaliada em R$ 50 mil. O prefeito de Maribondo usa tornozeleira eletrônica desde 2017, em decorrência de outros crimes.

Nesta quarta-feira, o desembargador Washington Luiz revogou a prisão domiciliar e decretou que Leopoldo Pedrosa fosse levado para prisão em regime fechado, no sistema prisional do estado. Como não foi localizado, segundo a polícia, ele já é considerado foragido.

*Com informações da Polícia Civil