Prefeito da capital alagoana conferiu de perto mais um dia no Forró no Biu, com artistas locais e bandas nacionais.

Prefeito JHC conferiu, novamente, como as atrações juninas estão estão animando os forrozeiros no Forró no Biu. Foto: Itawi Albuquerque / Secom Maceió

A programação do ‘Massayó: Sol… Mar… Forró’, maior São João do litoral do Brasil não movimenta apenas os amantes de um bom forró, mas toda uma cadeia econômica local. Esta é uma avaliação do prefeito de Maceió, JHC, que conferiu, mais uma vez, na noite de quinta-feira (16), as apresentações dos artistas locais e bandas nacionais no palco do Forró no Biu, na Praça Padre Cícero, no Benedito Bentes.

O prefeito fez questão de estar no meio do povo, conversou com as famílias, comerciantes informais e destacou que as festas juninas são democráticas e contribuem efetivamente para ampliar o desenvolvimento cultural e econômico.

“Os resultados dos primeiros dias de São João de Maceió são perceptíveis. Aqui no Forró no Biu presenciamos muitas famílias que saíram de suas casas para curtir momentos de alegria com as atrações locais e nacionais. As pessoas da economia informal, por exemplo, sofrem muito nesta época por causa da baixa temporada do turismo. Estamos mudando esta realidade com o Massayó: Sol… Mar… Forró, que está gerando renda para quem não tinha perspectiva de um lucro maior. O comércio local é outro exemplo. As pessoas que querem ir para festa compram na lojinha de roupa, vão se produzir no salão de beleza, usam transporte de taxi e aplicativo para chegar ao local. Ou seja, é toda uma cadeia econômica sendo fortalecida”, contextualiza o prefeito.

Junto ao público, prefeito JHC presenciou o ambiente seguro na arena montada na Praça Padre Cícero, no Benedito Bentes. Foto: Gabriel Moreira / Secom Maceió
Junto ao público, prefeito JHC presenciou o ambiente seguro na arena montada na Praça Padre Cícero, no Benedito Bentes. Foto: Gabriel Moreira / Secom Maceió

JHC também destacou o envolvimento de todos os órgãos da administração pública com diversos serviços que estão à disposição do público. “Temos aqui um aparato de segurança para que as pessoas se divirtam com tranquilidade, além de serviços de saúde, assistência, coleta de reciclados e ainda as equipes de limpeza de prontidão para deixar tudo organizado para o dia seguinte”.

Durante o Forró no Biu, prefeito JHC também conversou com integrantes das cooperativas que estão realizando a coletiva de materiais recicláveis. Foto: Juliete Santos / Secom Maceió
Durante o Forró no Biu, prefeito JHC também conversou com integrantes das cooperativas que estão realizando a coletiva de materiais recicláveis. Foto: Juliete Santos / Secom Maceió

Valorização artística – O prefeito de Maceió também reforçou que a os editais lançados pela Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC) contemplou a participação de mais de 3.000 artistas locais, entre cantores, bandas e grupos de danças típicas no São João de Maceió.

São 1.660 artistas, sendo 20 grupos de coco de roda, 20 quadrilhas e 20 trios de forró. Do ‘Toca Tudo MCZ’, foram 378 artistas, divididos em 36 bandas e 56 trios de forró. Já do ‘Vem pra Praça’ são 900 artistas (10 grupos de coco de roda, 10 quadrilhas e 10 grupos de bumba meu boi. E, do ‘Festival Bumba Meu Boi’ foram 200 artistas contemplados (20 grupos escolhidos).

“O São João de Maceió valoriza seus artistas locais e não compactua com desapreço a eles. O Município está valorizando e pagando valor justo, com a maior brevidade possível. É mais um exemplo do quanto estamos movimentando, também, o cenário econômico da cultura”, finaliza.

Mais sobre São João de Maceió

Estudo garante que São João de Maceió deve injetar mais de R$ 100 milhões na economia local

Prefeito JHC abre as festividades do maior São João do Litoral do Brasil, no Benedito Bentes

Mais de três mil artistas locais se apresentam no São João ‘Massayó: Sol… Mar… Forró’

Programação junina de Maceió gera expectativa em aumentar renda dos microempreendedores

Com São João, bares e restaurantes de Maceió esperam movimento 60% maior em junho

São João de Maceió traz esperança de renda para comerciantes informais

São João de Maceió vai ter central de monitoramento de segurança com câmeras e drones

Taxistas e motoristas de app esperam alta no faturamento com as festas juninas em Maceió

Secom Maceió