Com gol do herói improvável Wellington, Azulão chega a entrar no G4, entretanto, vitória do Avaí frustra planos mais ambiciosos

O sonho do acesso azulino segue mais aceso do que nunca. Na tarde deste domingo (21), o CSA bateu o vice-líder Coritiba por 1 a 0, com gol do zagueiro Wellington, em jogo válido pela 37ª rodada da Série B do Brasileiro.

O resultado levou o time alagoano para o 5º lugar da Segundona, agora com 59 pontos. O Azulão chegou a ficar algumas horas no G4, porém, a vitória do Avaí sobre o Náutico fez o time catarinense tomar o lugar. Já o Coxa fica em segundo, com 64 pontos, porém, sem chances de ser campeão, por conta da vitória do Botafogo. Confira como foi o duelo no Tempo Real da Gazetaweb!

As duas equipes voltarão a campo no mesmo dia e horário, para a derradeira rodada final da Segundona. A 38ª rodada acontece no próximo domingo (28), às 16 horas. O Coritiba visitará a Ponte Preta no Moisés Lucarelli, enquanto o CSA recebe o já rebaixado Brasil de Pelotas, no Estádio Rei Pelé.

1º TEMPO

O clima no Couto Pereira foi de completa festa do torcedor paranaense, que lotou a maioria dos setores do estádio. O apoio inflamou o time coxa-branca que partiu pra cima. Logo com um minuto, Rafinha fez um cruzamento perigoso, mas Thiago Rodrigues interceptou. Aos seis, o CSA assustou, Dellatorre quase recebeu um passe na medida, dentro da área, só que o ex-azulino Luciano Castán apareceu para salvar o Coritiba.

Rafinha apareceu mais uma vez no ataque, aos 13 minutos. O veterano fez linda jogada na ponta e cruzou para Igor Paixão cabecear, porém, o atacante acabou finalizando para fora. Entretanto, a melhor chance dos primeiros 15 minutos foi azulina. Dellatorre recebeu a bola dentro da área, chutou no gol sem dificuldades, mas o goleiro Wilson fez uma defesa sensacional e mandou para escanteio. Daí, o duelo ficou frenético, aos 16, Natanael cruzou e Guilherme Biro chegou concluindo de primeira, porém, a redonda passou perigosamente sobre o travessão.

Azulão fez primeiro tempo equilibrado com o Coxa, mas a rede não balançou – Foto: Augusto Oliveira/CSA

As chances não pararam aí, com 20 minutos o artilheiro Léo Gamalho quase balançou as redes. O centroavante roubou a bola na entrada da área, invadiu e chutou para Thiago Rodrigues salvar o Azulão. A partida começou a esquentar, com reclamações de pênaltis para ambos os lados, entretanto, o CSA só assustou de novo aos 30, quando Iury Castilho arriscou de longe e a bola passou pelo lado direito de Wilson. A resposta do Verdão, aos 33, também foi bem perigosa. Val dançou na entrada da área e arriscou, mas a pelota beliscou a rede pelo lado de fora.

O jogo seguiu muito bom, mesmo nos momentos finais do primeiro tempo. Castilho recebeu passe dentro da área, conseguiu se livrar de Willian Farias e finalizou de lado, acertando o poste coxa-branca. Aos 45, o Coritiba ainda conseguiu assustar o time marujo. Lucão falhou feio no recuo e Léo Gamalho aproveitou para chutar forte no gol. Porém, o centroavante estava desequilibrado e Thiago Rodrigues fez a defesa que garantiu um 0 a 0 muito equilibrado no Alto da Glória.

CSA duelou contra o Coritiba no Estádio Couto Pereira, em Curitiba – Foto: Augusto Oliveira/CSA

2º TEMPO

Demorou apenas 36 segundos para termos a primeira finalização do segundo tempo. Igor Paixão pegou um petardo de longe, que passou pelo lado esquerdo da trave. O Coxa foi melhor no início do segundo tempo, inclusive, teve uma grande chance aos 8 minutos. Rafinha armou linda jogada e tocou para Val, todavia, mesmo dentro da área, o volante demorou para concluir e Ernandes salvou os azulinos. Clayton foi o responsável pela primeira finalização do CSA na etapa final. Aos 13, tentou de longe e Wilson encaixou.

Apesar disso, o Azulão do Mutange seguiu sofrendo pressão, aos 15 minutos Val mandou uma bomba de fora da área e a bola explodiu no travessão, arrancando o “Uh!” do Couto Pereira lotado. O embate ficou quente, principalmente com reclamações dos jogadores com o árbitro.

A chance seguinte, a melhor do CSA no segundo tempo, veio aos 21, após cobrança de escanteio. Ernandes cruzou na medida e o zagueiro Wellington, uma das novidades de Mozart, cabeceou forte, no canto esquerdo, sem chance alguma para Wilson e abrindo o placar no momento em que o Coritiba era melhor na partida.

Mozart entrou em campo com quatro atacantes e Gabriel no meio – Foto: Augusto Oliveira/CSA

A abertura do placar desconcertou completamente o time mandante, que se atirou para o ataque. Aos 29, um lance polêmico dentro da área causou apreensão da torcida. Após cruzamento de Waguininho, a bola tocou no cotovelo de Lucão, o árbitro não marcou e o VAR não chamou, gerando muita reclamação do clube alviverde.

Perdendo, o Coritiba tentou de todas as maneiras. Val cobrou uma falta aos 39, mas a bola passou bem longe do gol azulino. O CSA se armou no contra-ataque, e teve uma chance aos 40. Reinaldo tocou para Dellatorre livre, que não conseguiu chegar inteiro para finalizar. Faltando pouco para acabar, aos 48, Waguininho mandou um petardo no gol e Thiago Rodrigues espalmou para segurar a vitória. A defesa sacramentou a importante vitória azulina por 1 a 0, em pleno Couto Pereira lotado.

Ficha técnica

Coritiba – Wilson; Natanael, Henrique (Wellington Carvalho), Luciano Castán e Guilherme Biro; Willian Farias (Matheus Sales), Val (João Vitor) e Rafinha (Gui Azevedo); Waguininho, Igor Paixão (William Totó) e Léo Gamalho. Técnico: Gustavo Morínigo.

CSA – Thiago Rodrigues; Éverton Silva (Cristovam), Wellington, Lucão e Ernandes; Geovane (Silas) e Gabriel; Clayton (Reinaldo), Marco Túlio (Giva Santos), Iury Castilho (Bruno Mota) e Dellatorre. Técnico: Mozart.

Cartões amarelos – Rafinha (Coritiba); Ernandes (CSA); Éverton Silva (CSA); Silas (CSA)

Árbitro – Marielson Alves Silva (CBF-BA)

Assistentes – Alessandro Alvaro Rocha de Matos (FIFA) e Elicarlos Franco de Oliveira (CBF-BA)

VAR – Jean Pierre Gonçalves Lima (CBF-RS)

Assistente do VAR – Lucio Beiersdorf Flor (CBF-RS)

gazetaweb