sexta-feira, 17 de agosto de 2018
Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3

REFORMA ADMINISTRATIVA

FATOS&FUTRYKAS 18/2018

 

A grandeza de nossos atos não está na propaganda que fazemos deles, mas sim na simplicidade com que os tratamos, guardando para nós aquilo que julgamos grandes feitos

Grazielle Dias

REFORMA ADMINISTRATIVA I

Mais uma vez soam as trombetas, ruflam os tambores para, NOVAMENTE ser possível fazer transparecer fatos irrelevantes para a população. No entanto é de suma importância para levar aos incautos eleitores a ideia de uma atitude nobre: uma reforma administrativa que trata economias de milhões aos cofres da prefeitura.

REFORMA ADMINISTRATIVA II

Agora, depois de ano e meio de tantas críticas, de recomendações do Ministério Público para que fossem sanados os erros cometidos pela excessiva criação de cargos de confiança (comissionados), o nobre prefeito brada aos quatro ventos que vai fazer uma reforma e economizar alguns trocos. Os futrykeiros de plantão andam sugerindo que seria mais correto chamar de “correção administrativa”, já que o problema foi criado na própria administração.

APARÊNCIAS

A se basear na mídia local e estadual, Marechal anda às mil maravilhas. Temos que reconhecer que alguma coisa de boa está sendo feita, principalmente por estar dando continuidade e conclusão ao que foi iniciado na gestão passada. Mas quando se percorre as ruelas da cidade, os bares, esquinas e redes sociais, ao que parece a população não anda tão satisfeita como dizem os canais oficiais.

O POVO CLAMA E RECLAMA

Nas redes sociais a população deodorense anda reclamando que precisa de aterros no Lot. Veleiro do Francês. No Buzios do Francês pedem lancha e de colete salva vidas. No Povoado Pedras, ao lado do novo posto de combustível, e no Cidade Imperial a situação de água também é motivo de queixumes e alertam que nem começou o inverno.

Já na Rua Gal. Hermes as reclamações são relativas a buracos enormes, água com sangue e vísceras de galinha que vem da avícola se espalham por toda rua. O odor é terrível, e ninguém toma providência.

Quanto à rua João Roberto da Silva, no Porto Grande, faltam lâmpadas de qualidade e o carro do lixo, que deveria passar nas ruas mais vezes porque ninguém aguenta mais tanto lixo e mato; na Rua Zenildes Cavalcante Costa, Taperaguá … a lama e os bichos são demais.

DOIS PESOS

Observação de pescador que vem sendo proibido de fazer uma barraca para guardar sua canoa, entre outras restrições, mas os órgãos como IMA e IBAMA, não proíbem a construção de casa irregulares na margem da lagoa?

PALHAÇO

Ivanúbio de Araújo Núbio Santos, foi à sessão da Câmara Municipal com um nariz de palhaço, ocasião em que o ex-vereador, Paulino Lopes Cavalcante, perguntou-lhe: Por que está usando isso?

Ouviu como resposta que “é assim que prefeitos e vereadores tem tratado o povo deodorense: como verdadeiros PALHAÇOS!” Ivanúbio justificou ainda “começaram a ser vistos como palhaços quando aceitaram fazer parte do famoso CADASTRO, que nada mais é que um passo para a COMPRA DE VOTO.”

Sobre WebRádio Juventude

Verifique isso

Padre Eraldo confirma voto a Biu de Lira e fecha a conta dos prefeitos para o Senado

A concorrência pelas duas vagas ao Senado está cada vez mais embolada. Os números do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*