https://webradiojuventude.com/portal/wp-content/uploads/2023/07/Hosp-do-Coracao-728pxl-x-90pxl-1.pnghttps://webradiojuventude.com/portal/wp-content/uploads/2023/09/728x90-2CT-1.gif

Barra de São Miguel, no Litoral Sul de Alagoas, foi o oitavo município brasileiro que mais recebeu verbas do Ministério do Esporte desde setembro de 2023, quando o atual ministro André Fufuca (PP) assumiu a pasta.

Levantamento divulgado pelo GLOBO mostra que foram destinados cerca de R$ 4 milhões para a construção de duas arenas, um complexo esportivo e para alavancar o futebol amador. Arthur Lira foi o fiador da indicação de Fufuca ao governo. 

Ao todo, foram quatro convênios firmados por Fufuca com Barra de São Miguel, entre os dias 26 e 31 de dezembro de 2023. O patamar também coloca a cidade governada por Benedito de Lira como a segunda da lista das que mais tiveram propostas atendidas pelo ministério do Esporte na gestão do atual ministro, ficando atrás apenas de Belo Horizonte, com seis. O valor é oriundo do extinto orçamento secreto.

Os projetos do município chancelados pelo governo federal não detalham local, capacidade ou quais equipamentos vão fazer parte das estruturas que serão construídas. Tampouco apontam quais modalidades poderão ser praticadas no complexo esportivo a ser erguido no local — que já conta com um estádio municipal, o José Vieira de Andrade, o Andradão, usado para torneios amadores, dois ginásios cobertos e outras duas quadras poliesportivas descobertas.

Procurado, o Ministério do Esporte afirmou que os critérios para a escolha de municípios são “técnicos” e que os acordos firmados “foram analisados e tratados com base na estrita legalidade”. “É isso o que permite ao Ministério do Esporte, respeitando os limites impostos pelo orçamento, atender prefeituras e governos estaduais, em todas as unidades da federação”, disse em nota. A pasta negou favorecimento a aliados do ministro e disse que os projetos estão em “cidades administradas por gestores de todos os matizes políticos”. Procurado, Benedito de Lira, que pode ser candidato à reeleição, não respondeu.

O secretário de Esporte e Cultura de Barra de São Miguel, Dênis Henrique, afirmou que a ideia é construir o complexo esportivo em um terreno ao lado do Andradão, que incluirá um novo campo de futebol com grama sintética, uma quadra de basquete e academia de ginástica. O custo previsto é de R$ 1,9 milhão. Sobre as duas arenas, o secretário disse que serão em bairros distintos, onde ainda não há equipamentos de lazer. Os espaços, orçados em cerca de R$ 600 mil cada um, terão quadra poliesportiva, playground e academia ao ar livre.

— Vamos alcançar essas pessoas que precisavam se deslocar. Elas vão poder praticar esporte no bairro delas — afirmou o secretário.

*Com informações do GLOBO