https://webradiojuventude.com/portal/wp-content/uploads/2023/07/Hosp-do-Coracao-728pxl-x-90pxl-1.pnghttps://webradiojuventude.com/portal/wp-content/uploads/2023/09/728x90-2CT-1.gif

Homem foi interceptado por vaqueiro quando tentava fugir por um pasto em cidade pacata do interior de São Paulo; ele foi detido pela GCM.

Um suspeito de invadir uma propriedade rural e tentar furtar objetos do local foi laçado por um vaqueiro quando tentava fugir por um pasto, na manhã dessa segunda-feira (18/9) na área rural de Angatuba, a 214 quilômetros de distância da capital paulista.

Após ser contido, o homem, cuja identidade não foi informada, foi pendurado em uma árvore, pelos pés, até a chegada da Guarda Civil Municipal (GCM).

O vizinho da propriedade invadida afirmou que o crime ocorreu no início da manhã. O criminoso teria colocado itens da vítima nos fundos da casa, até que foi descoberto e tentou fugir.

“Ele tentou assaltar a casa do meu vizinho, com o sol já quente. Ele correu para o pasto e o campeiro que estava lá em cima correu. Ele foi caçado no laço igual pega nelore [raça de gado], o bicho velho”, afirmou a testemunha.

pelas pernas em uma árvore, com as costas encostando no chão, até a chegada da GCM, que o levou para a delegacia de Itapetininga.

Metrópoles apurou que o criminoso entrou na propriedade cortando a cerca com um alicate. Ele entrou na casa após arrombar uma porta.

Foram recuperados um aparelho de TV, alimentos, fiação da residência e eletrodomésticos.

O homem preso já é conhecido na região por suposto envolvimento em furtos, pelos quais já foi preso em outras ocasiões, de acordo com a GCM.

Com pouco mais de 24 mil habitantes, Angatuba é uma cidade tranquila de interior. Neste ano, entre janeiro e julho, os furtos foram os crimes mais registrados por lá, com 84 casos. Em relação às 148 ocorrências do ano passado, houve queda de 41%.

Em todo o ano passado foram registrados 5 roubos no município. Já nos sete primeiros meses deste ano, foram dois casos do tipo, segundo dados da Secretaria da Segurança Pública (SSP) de São Paulo.

Metrópoles