O Paxlovid, remédio contra a Covid-19 fabricado pela Pfizer, já pode ser comprado em farmácias do país. Em um comunicado divulgado nesta quarta-feira (11), o laboratório confirmou que deu início à comercialização do medicamento no mercado privado brasileiro.

O preço, porém, assusta: a caixa de 30 comprimidos é vendida por R$ 4.85em uma drogaria consultada pelo g1. O valor mais baixo encontrado foi de R$ 4.613,89.

Para comprar o Paxlovid nas farmácias, é necessária uma prescrição médica (receita). A bula e a rotulagem são em português de Portugal e em espanhol.

O que é o Paxlovid

O remédio consiste em dois medicamentos antivirais em conjunto: o nirmatrelvir e o ritonavir, que quando combinados bloqueiam uma enzima que o vírus da Covid-19 precisa para se replicar no corpo.

No final de novembro de 2022, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou a venda do medicamento em farmácias do país. Ele pode ser fornecido tanto para farmácias como para hospitais particulares do país.

Para quem é indicado

Segundo a orientação da Anvisa, o Paxlovid deverá ser utilizado somente por adultos e é indicado para o tratamento da Covid naquelas pessoas que não requerem oxigênio suplementar (quadros leves a moderados) e que apresentam risco aumentado de progressão para Covid grave.

Estudos clínicos mostraram que o Paxlovid pode reduzir em até 89% a possibilidade de hospitalização ou morte em pacientes nessas condições.

De acordo com a Pfizer, o tratamento deve ser iniciado até cinco dias a partir do surgimento dos sintomas.

Tem no SUS?

Sim. No Brasil, o Paxlovid está disponível no Sistema Único de Saúde (SUS) desde outubro de 2022.

Na rede pública, o tratamento foi incorporado para pacientes imunossuprimidos a partir de18 anos e idosos com 65 anos ou mais de idade, que apresentem quadros leves a moderados de Covid.

G1