Helena Bordignon, 29 anos, era professora e não resistiu aos ferimentos. Mais dez pessoas ficaram feridas em Chapecó. Polícia Civil investiga.

Desabamento causou morte de professora em centro espírita — Foto: CBMSC/Divulgação e Redes sociais/ Reprodução

O centro religioso em Chapecó, no Oeste catarinense, foi atingido por uma parede de tijolos logo após um grupo de fiéis terminar uma oração, informou o aposentado Paulo Argeo Lajus, que estava no local no momento do desabamento. Uma mulher morreu e 10 pessoas se feriram.

“Foi muito rápido […].Terminamos a oração e nos direcionamento para outros setores da casa. Nesse momento, ficaram aproximadamente 30 pessoas no local onde se faz as orações”, relatou.

De acordo com a Defesa Civil, o desabamento ocorreu na segunda-feira (23), durante um temporal com rajadas de vento de até 90 km/h. A Polícia Civil divulgou, nesta quarta-feira (25), que investiga o caso e possíveis responsabilidades.

A parede de um prédio em obras desabou sobre o centro espírita. A empresa responsável pela construção informou, em nota, que “se disposição para prestar o auxílio que for necessário” (texto no final da matéria).

A vítima, Helena Bordignon, 29 anos, era professora e fazia trabalho voluntário no local.

Mais oito mulheres e dois homens com idades entre 29 e 66 anos ficaram feridos. Conforme boletim médico do Hospital Regional do Oeste, seis pessoas receberam alta e três seguem hospitalizadas em observação.

Nota empresa responsável
“O Empreendimento Porto Achiles, por meio da Administradora da Obra Ilha de Obras, vem, com pesar, externar sua solidariedade a todos os membros da Casa Amor e Luz e aos seus familiares e amigos pelo ocorrido na tarde de ontem (23/01/2023).

Os fortes ventos e as fortes chuvas que atingiram a Cidade de Chapecó ocasionaram inúmeros estragos, dentre eles a queda de parte de uma parede do empreendimento.

A Administradora da Obra está em contato com as pessoas que, de alguma forma, foram atingidas e se coloca à disposição para prestar o auxílio que for necessário.”

Nota do Crea/SC
“O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Santa Catarina lamenta profundamente o acidente ocorrido na segunda-feira, 23.01, em Chapecó, com o desabamento da parede de um prédio em obras, causando a morte de uma pessoa e deixando feridas outras dez.

Nesta terça-feira, 24.01, o Crea-SC esteve no local do acidente junto à Defesa Civil e a Prefeitura para acompanhar e colaborar com a apuração dos fatos e dar apoio técnico necessário às autoridades competentes. Informamos que a obra está regular perante ao Crea-SC, com a presença de profissional engenheiro civil habilitado para projeto e pela execução do PCMAT (Programa de Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção Civil) e o registro das ARTs – Anotações de Responsabilidade Técnica.

O Conselho irá aguardar pela perícia e laudo dos órgãos responsáveis, que apontarão as causas que levaram ao sinistro, estando sempre à disposição para cooperar no que for de sua competência. Quaisquer sugestões de possíveis causas antes do resultado final dos trabalhos de perícia se configuram como especulações.

O Crea-SC reafirma com a comunidade o compromisso de manter o zelo com o bem estar e segurança da população nas áreas de engenharia, agronomia e geociências.”

Fonte: g1