O recuo do preço médio do litro da gasolina teve queda de 1,19% entre 15 e 21 de janeiro, segundo levantamento da ANP.

O preço médio do litro da gasolina vendida no Brasil teve uma queda pela segunda semana consecutiva e ficou abaixo dos R$ 5, segundo levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

O valor médio da gasolina caiu de R$ 5,04 para R$ 4,98, entre 15 e 21 de janeiro, uma queda de 1,19%. O preço mais alto encontrado pela agência foi de R$ 6,99 o litro.

Além disso, o preço do litro do etanol hidratado teve um recuo de 2,28%, de R$ 3,94 para R$ 3,85. O valor mais alto pesquisado na última semana foi de R$ 6,57.

O valor médio do diesel teve uma queda de 0,62%, passando de R$ 6,36 para R$ 6,32 o litro. O preço mais alto encontrado foi de R$ 7,99.

Petrobras

O valor da gasolina e do diesel comercializados pela Petrobras atingiram, nesta segunda-feira (23/1), o patamar mais baixo em relação ao mercado externo. Segundo dados da Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis (Abicom), o valor da gasolina vendida pela estatal está 14% (R$ 0,49) abaixo do produto vendido do comércio internacional.

Aumento do preços

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) determinou a abertura de inquérito, no último dia 4 de janeiro, para investigar o aumento de preço dos combustíveis nos postos brasileiros.

Na primeira semana de janeiro, após o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) assumir o cargo, o valor médio do litro da gasolina passou de R$ 4,96 para R$ 5,12, uma alta de 3,23%. O etanol teve um aumento de 3,62% e o diesel de 2,56%.

Metrópoles