Segundo o Hospital Albert Einstein, o tratamento está sendo feito com antibióticos.

O ex-jogador Pelé, de 82 anos, está internado desde terça-feira (29) no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, e nesta sexta-feira (2) o boletim médico aponta que o paciente está com uma infecção respiratória. O quadro é estável, com “melhora geral no estado de saúde”.

Edson Arantes do Nascimento foi internado para uma reavaliação da terapia quimioterápica do tumor de colón identificado em setembro de 2021.

“A equipe médica diagnosticou uma infecção respiratória, que vem sendo tratada com antibióticos. A resposta tem sido adequada e o paciente, que segue em quarto comum, está estável, com melhora geral no estado de saúde. O ex-jogador continuará internado nos próximos dias para continuidade do tratamento”, diz o boletim.

O texto é assinado por dr. Fabio Nasri, geriatra e endocrinologista no Hospital Israelita Albert Einstein; dr. Rene Gansl, oncologista no hospital; e dr. Miguel Cendoroglo Neto, diretor-superintendente médico e serviços hospitalares da instituição.

O perfil do Rei do futebol no Instagram publicou na quinta (1º) uma foto com agradecimento de uma homenagem no Catar, sede da Copa do Mundo de 2022.

“Amigos, eu estou no hospital fazendo minha visita mensal. É sempre bom receber mensagens positivas como essa. Obrigado ao Catar por essa homenagem, e a todos que me enviam boas energias.”

Segundo a filha Kely, em um comunicado divulgado pelas redes sociais anteriormente, não houve surpresa na internação.

Não tem surpresa nem emergência”, escreveu ela no seu Instagram. “Meu pai está internado, está regulando medicamento”, postou Kely. “Agradecemos muito todo carinho e amor que vocês transmitem!!”

Filha de Pelé confirmou internação do pai, mas não divulgou em qual hospital ele está — Foto: Reprodução/Instagram

Flávia Arantes do Nascimento, também filha do ex-jogador, escreveu nas redes sociais e publicou um vídeo aos fãs. Ela confirmou a internação na capital paulista.

“Tá uma confusão aí porque meu pai foi para o Einstein fazer os exames. Peço desculpas por causa dessa mídia do mal, que fica antecipando e criando fatos que não existem, que a gente nem tá sabendo. Mas ele está, sim, fazendo os exames, como sempre, acompanhando a evolução do câncer que ele tem. Vamos manter essa energia de Copa do Mundo que ele ama e que é o que ele precisa. Superobrigada pelo carinho, pela preocupação. Mais razão e menos emoção.”

Em fevereiro deste ano, Pelé já tinha sido internado no Einstein para dar continuidade ao tratamento de um tumor de cólon. O ídolo do esporte brasileiro realizava sessões de quimioterapia contra o câncer na região.

Fonte: g1