Rosy Mel, de 29 anos, e Adalberto Gomes, de 33, estavam no mesmo veículo. Corporação diz que motorista e motociclista teriam se desentendido, quando carro saiu da pista e bateu contra cerca.

Cantora Rosy Mel e motorista de carro Adalberto Gomes Macedo morrem em acidente na GO-306 — Foto: Reprodução/Redes sociais

A cantora sertaneja Rosy Mel, de 29 anos, e o cunhado dela, Adalberto Gomes Macedo, de 33, morreram em um acidente na GO-306 após o carro em que eles estavam sair da pista, na zona rural de Mineiros, na região sudoeste de Goiás. Segundo o Corpo de Bombeiros, Adalberto, que dirigia o carro, teria se desentendido com um motociclista que seguia no mesmo sentido que ele na rodovia, quando o carro dele saiu da pista e bateu contra uma cerca.

O acidente foi na tarde de domingo de Natal (25), por volta das 17h, no quilômetro 10 da rodovia. Os bombeiros disseram que Rosy morreu no local. Já o motorista do carro, que também levava outras três pessoas, chegou a ser levado a uma unidade de saúde, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

O Corpo de Bombeiros informou que testemunhas relataram que o motorista teria se desentendido com um motociclista, que transitava no mesmo sentido da rodovia. Em um momento, durante essa discussão, o carro de Adalberto saiu da pista e bateu contra uma cerca. O carro ficou destruído.

Já o motociclista chegou cair no chão, no entanto, não se sabe ainda se houve choque entre os veículos deles. Ele foi levado para uma unidade de saúde, assim como os demais passageiros do carro.

O g1 não obteve os nomes do motociclista nem dos outros três feridos para atualizar o estado de saúde deles junto ao hospital até a última atualização desta reportagem.

Segundo a Polícia Científica, Rosy e Adalberto foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Mineiro. O corpo da mulher foi liberado na noite de domingo e o do homem nesta segunda-feira (25).

A cantora, que tinha 12,4 mil seguidores em uma rede social, usava o nome “Rosy Mel” de forma artística. Ela foi registrada como Rosivane Santos Silva. A mulher, que morava em Mineiros, também era estudante de direito. A faculdade onde ela estudava postou uma nota de pesar pela morte dela.

“Desejamos que, neste momento, o amor e a união daqueles que a amam possam juntar forças para enfrentar o luto. Elevamos nossos pensamentos a Deus para que ele console a todos neste momento de grande tristeza”, escreveu.

Fonte: g1