Técnica de enfermagem de 42 anos e paciente de 82 anos morreram no local. Outras duas pessoas foram socorridas para a Unidade de Emergência do Agreste.

Janaíne Cristine Mendonça era técnica de enfermagem e deixou dois filhos — Foto: Arquivo pessoal

acidente entre uma ambulância e um caminhão na noite de terça-feira (4), em Palmeira dos Índios, causou a morte de duas pessoas e deixou outras duas gravemente feridas. Veja, abaixo, quem são as vítimas e o estado de saúde dos sobreviventes.

As vítimas que morreram foram identificadas como a técnica de enfermagem Janaíne Cristine Mendonça, de 42 anos, e a paciente Maria Vicentina da Silva, de 82 anos. Além delas, também estavam na ambulância a filha da paciente, Maria Quitéria da Silva, de 53 anos, e o motorista do veículo, Geraldo Fernandes da Costa, de 65 anos. O motorista do caminhão não se feriu.

Janaíne Cristine Mendonça trabalhava na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Palmeira dos Índios há cinco meses como técnica de enfermagem. Ela era mãe de dois filhos. Colegas de trabalho disseram que Janaíne era muito querida e tinha amor pela área da saúde. Ela morreu no local do acidente. O corpo será enterrado no Cemitério São Gonçalo.

Maria Vicentina da Silva, de 82 anos, era paciente transferida de ambulância e morreu no acidente em Palmeira dos Índios, Alagoas — Foto: Arquivo pessoal

Janaíne estava na ambulância porque acompanhava a transferência da paciente Maria Vicentina da Silva para o Hospital de Emergência do Agreste (HEA), em Arapiraca. A idosa também morreu no local do acidente.

A filha da paciente, Maria Quitéria da Silva, de 53 anos, estava com a mãe na ambulância e sobreviveu. Ela foi socorrida para o Hospital de Emergência do Agreste (HEA) em estado grave.

O motorista da ambulância, Geraldo Fernandes da Costa, de 65 anos, sofreu fraturas nas pernas e passou por cirurgia. Seu quadro era considerado estável até a última atualização médica, feita na manhã de quarta. Ele trabalha na prefeitura de Palmeira dos Índios há 23 anos.

 Geraldo Fernandes da Costa, de 65 anos, dirigia a ambulância e foi socorrido — Foto: Arquivo pessoal
Geraldo Fernandes da Costa, de 65 anos, dirigia a ambulância e foi socorrido — Foto: Arquivo pessoal

O motorista do caminhão foi levado para um posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), onde fez teste do bafômetro, que deu negativo. A dinâmica do acidente não foi informada.

Em nota, a prefeitura de Palmeira dos Índios lamentou a morte das vítimas e disse que está prestando assistência aos familiares.

Confira a nota da prefeitura de Palmeira dos Índios

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Palmeira dos Índios informa que, na noite desta terça-feira (4), uma ambulância da SMS, que estava em transferência para a cidade de Arapiraca, colidiu com um outro veículo durante o percurso.

Na ambulância estavam condutor, uma técnica de Enfermagem da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município, uma paciente e sua acompanhante. Com o impacto, a técnica e a paciente vieram a óbito ainda no local.

A SMS informa que o condutor encontra-se na área amarela e a acompanhante na área vermelha, ambos assistidos na Unidade de Emergência (UE) de Arapiraca.

A SMS lamenta profundamente o falecimento de sua servidora e da paciente, e presta total assistência aos familiares dos envolvidos.