Hábitos como comer mais devagar evitar ingerir líquidos nas refeições ajudam a diminuir incômodos comuns da distensão abdominal.

Depois de um exagero gastronômico ou etílico, é normal perceber a barriga inchada e distendida — estima-se que pelo menos 30% dos adultos sintam constantemente como se estivessem carregando um balão de ar dentro da barriga, às vezes acompanhado de cólicas. Os incômodos estão relacionados à disbiose, que é o desequilíbrio das bactérias do intestino.

O quadro inflamatório acontece quando existem mais microrganismos ruins do que bons no organismo, levando a problemas como prisão de ventre, diarreia, náuseas, azia e refluxo, por exemplo. Tudo isso acaba distendendo a região da barriga e criando o inchaço.

Além de evitar comer demais, existem alguns comportamentos que devem ser adotados para diminuir a chance de acúmulo de gases e problemas na qualidade das bactérias. A nutricionista Carla de Castro lista dicas para evitar o inchaço. Confira:

Coma mais devagar

Ao comer muito rápido, a pessoa mastiga mal. “O alimento mal mastigado tem maior dificuldade de ser digerido, o que pode causar fermentação no estômago. Por isso, é fundamental comer com atenção, mastigar bem e evitar falar e ter distrações, como ver TV e ficar no celular”, explica a nutricionista.

Por isso, ao se alimentar, busque fazer uma mastigação mais lenta e completa a cada garfada. Uma boa dica é colocar pouca quantidade de comida no talher e mastigá-la com pequenas mordidas, sempre de boca fechada. O hábito diminui a quantidade de ar engolido, evitando acumulo de gases no organismo.

Evite ingerir líquido junto da comida

A ingestão de líquidos durante ou logo após a refeição pode dificultar o processo digestivo. “A água ou o suco que você estará ingerindo pode diluir ou reduzir a concentração de enzimas digestivas e ácido clorídrico, que são fundamentais para o processo digestivo”, ensina Carla. Por isso, é importante esperar no mínimo 20 minutos após a refeição para beber qualquer líquido.

Fique atento às intolerâncias alimentares

A constante sensação de barriga inchada pode indicar problemas de saúde como intolerância à alimentos – como a lactose – e/ou alergias, como é o caso do glúten, na doença celíaca.

“Por isso, ao perceber um inchaço abdominal, é importante fazer um diário alimentar para tentar identificar o que está causando essas queixas. Caso o desconforto permaneça após a exclusão dos alimentos, procure um médico e um nutricionista para iniciar o tratamento adequado”, completa a especialista.

Busque uma alimentação equilibrada

Os alimentos são os principais reguladores do intestino. Por isso, manter uma dieta baseada em comidas saudáveis é fundamental para evitar a disbiose intestinal e suas queixas. “No cardápio ideal estão os típicos: arroz, feijão (atenção à quantidade), vegetais crus e cozidos, proteínas magras, saladas e frutas frescas. Ou seja, comida de verdade: quanto menos processada e mais natural possível, melhor!” finaliza a nutricionista.

Vale lembrar que a suplementação de vitaminas (A,D, E, K, C e complexo B) e minerais (como o magnésio, cálcio, zinco entre outros) auxilia o processo digestivo. Outro ponto relevante é o consumo adequado de água. Para descobrir a quantidade diária ideal, basta multiplicar seu peso, em quilos, por 35 ml.

metropoles