O cantor concedeu uma entrevista a Odair Terra nos bastidores do 1ª Guarantã Agro Festival, em Guarantã do Norte no Mato Grosso.

Eduardo Costa estará no próximo programa de Odair Terra. Ao apresentador, o artista falou sobre as gravações pós-pandemia e também sobre o rompimento com a Talismã, gravadora que pertence ao cantor Leonardo. O apresentador visitou os bastidores do 1ª Guarantã Agro Festival, em Guarantã do Norte no Mato Grosso.

“A minha vida inteira, eu trabalhei com gravadora. Então, todos os meus projetos eram de gravadoras e, na pandemia, eu decidi que eu iria ser minha própria gravadora […] Nós fizemos a ‘Expetaculo Digital Music’”, revelou Costa.

“Eu sempre trabalhei tanto na Talismã quanto aqui. A Talismã foi uma empresa que foi maravilhosa na minha vida. Durante 13 anos fizemos um trabalho lindo, foi top, sou muito grato a todos da Talismã”, explicou, ao ser questionado sobre o rompimento com a companhia de Leonardo.

O cantor explicou que já tinha o interesse em deixar a parceria com Leonardo. “Mas eu já tinha vontade de sair já tem um tempo, até um pouquinho antes de existir o projeto Cabaré, eu já tinha essa ideia. Na pandemia não tinha como, foi quando eu falei ‘agora é a hora certa de sair’. Muitas pessoas acham que teve briga, problemas… Não teve briga, teve divergências de opinião, sempre teve”, finalizou.

metropoles