Também foi assinada a ordem de serviço para a reurbanização da Orla da Praia do Françês e o projeto de lei para isenção de taxa dos ambulantes

O prefeito Cláudio Filho Cacau realizou nesta segunda-feira (20), a entrega dos cartões do Auxílio Chuva, para os trabalhadores que tiveram seus trabalhos interrompidos devido as fortes chuvas intensas que caíram entre maio e junho e que trouxeram consequências para as famílias deodorense. O evento aconteceu na Praça da Juventude no bairro da Poeira, e reuniu 2 mil trabalhadores das categorias de pescadores, ambulantes, marisqueiras, cocadeiras e artesãos.

Com recursos próprios do município, o auxílio será de 1 mil reais que será dividido em duas parcelas de R$ 500 para minimizar os prejuízos de cada trabalhador que depende da pesca, artesanato e das demais categorias. Os beneficiários só poderão realizar suas compras em redes que foram credenciadas.

O prefeito Cacau aproveitou o momento para assinar a Ordem de Serviço para a reurbanização da Orla da Praia do Francês, fortalecendo o turismo e o emprego local. O obra contará com paisagismo, academia ao ar livre, banheiros, quiosques e mais iluminação. Além de anunciar também a isenção da taxa dos ambulantes que era um pleito dos trabalhadores que viviam do comércio da praia.

” Esse é mais um dia de avanço para a cidade, pela primeira vez na história de Marechal os ambulantes, cocadeiras, marisqueiras, artesãos e pescadores estão sendo vistos com os olhos diferentes. Não é fácil ter o trabalho suspenso devido as chuvas. Por isso que foi lançado o Auxílio Chuvas para os nossos trabalhadores. Já a Ordem de Serviço com certeza irá trazer mais turistas e vendas para os ambulantes que tem todo o respeito dessa gestão” disse o prefeito.

Na oportunidade também foi assinado o Projeto de Lei, Nº 28/ 2022, que concede a remissão de débitos tributários para os ambulantes. O projeto sancionado pelo prefeito cacau será enviado para a câmara de vereadores para a aprovação.

José Ildo, presidente da associação dos ambulantes, agradeceu ao prefeito por ter sido o único a olhar com bons olhos para os ambulantes e prometer e cumprir com o que disse.

” Só tenho a agradecer ao prefeito por ter nos tirado desse sufoco, ganhamos muito pouco e ainda ter que tirar para pagar essa taxa, era uma corda no pescoço. Desde quando eu entrei na associação ele é o único que ajudou os ambulantes. Obrigado por esse Projeto de Lei e também pela Ordem de Serviço para a melhoria da Orla que é o nosso local de trabalho” relatou o José.

Fonte: PMMD