A Justiça de Alagoas determinou que o empresário Cícero Andrade de Souza, acusado de atirar contra funcionários e o dono de um bar na Praia do Francês, em Marechal Deodoro, em fevereiro de 2021, será levado a júri popular. 

Na decisão da Juíza Fabíola Feijão, publicada no último dia 2, o empresário responderá pelos crimes de tentativa de homicídio qualificado e importunação sexual contra garçonetes. Ainda cabe recurso.

Além disso, a justiça também manteve as medidas cautelares aplicadas ao acusado, sendo negado o pedido de suspensão protocolado pela defesa do empresário.

À época, foram divulgadas imagens do acusado sacando uma arma e atirando nas vítimas. 

O crime – Um empresário efetuou vários disparos em um bar na Praia do Francês, em fevereiro de 2021, na cidade de Marechal Deodoro, região metropolitana de Maceió. Com os disparos, um garçom e o dono do estabelecimento foram atingidos.

De acordo com testemunhas, o empresário, que já era cliente do bar, estava no local com amigos quando garçons relataram ao proprietário que ele estava causando incômodo no local devido ao alto consumo de bebida alcóolica.

TNH1