Número de casos da doença no Município é maior do que o registrado no mesmo período de 2021

Saúde intensifica ações de combate à dengue. Foto: DVS Maceió

A Saúde iniciou, nesta segunda-feira (2), uma nova etapa do programa Maceió Unida Contra a Dengue com intensificação das ações de combate à proliferação do Aedes aegypti em 11 pontos, que contemplam os oito Distritos Sanitários do Município. O trabalho se fez necessário devido ao aumento de 122% dos casos notificados da doença em comparação com o mesmo período do ano passado. As ações seguirão até a próxima sexta-feira (6).

As atividades consistem na visitação de residências, pontos comerciais, prédios públicos e pontos estratégicos para a proliferação de criadouros (borracharias, ferros-velhos, galpões de reciclagem). Nesses locais, agentes de combate às endemias e de vigilância ambiental fazem inspeção para identificação de potenciais criadouros, borrifação, eliminação, tratamento e orientação à população. Também será realizado, esta semana, um mutirão de recolhimento de pneus em pontos estratégicos da cidade.

As ações foram desenvolvidas a partir dos dados registrados no último Levantamento de Índice de Infestação Predial, que apontou os bairros de Ponta Verde (11,59%), Gruta (9,58%), Jardim Petrópolis (7,62%), São Jorge (6,25%), Pinheiro (5,19%), Jaraguá (4,08%), Garça Torta (4%) e Prado (4%) com maiores índices de focos do Aedes aegypti.

 O coordenador do programa de Controle do Aedes aegypti da Secretaria Municipal de Saúde, Erivaldo Raimundo, ressaltou o trabalho contínuo dos agentes de endemias em Maceió e alertou para a importante participação da população no controle do vetor.

“As ações de controle do Aedes aegypti acontecem durante o ano inteiro, mas a alta do número de casos notificados tornou urgente a intensificação desse trabalho. Pedimos para que toda a população denuncie locais que possam estar facilitando a proliferação desses vetores por meio do número 3312-5495. Essa colaboração é de extrema importância para a diminuição de casos de dengue”, disse.

Coordenador do programa de Controle do Aedes aegypti, Erivaldo Raimundo. Foto: Victor Vercant/Ascom SMS
Coordenador do programa de Controle do Aedes aegypti, Erivaldo Raimundo. Foto: Victor Vercant/Ascom SMS

As ações estão sendo coordenadas pela Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Gerência de Vigilância das Doenças Transmitidas por Vetores e Animais Peçonhentos, da Vigilância Sanitária e da Gerência de Vigilância das Doenças e Agravos Transmissíveis e Não Transmissíveis e contarão com o suporte integrado das secretarias municipais de Educação (Semed), Comunicação (Secom), Trabalho, Abastecimento e Economia Solidária (Semtabes), Segurança Comunitária e Controle Social (Semscs), Desenvolvimento Sustentável (Sudes), Desenvolvimento Territorial (Sedet), Gestão (Semge) e Coordenação de Defesa Civil.

Durante a semana, também serão realizadas ações de capinação, roçagem, limpeza de terrenos baldios, praças e áreas públicas, limpeza de bueiros e bocas de lobo, desobstrução de canais, além de ações educativas em Unidades de Saúde e nos espaços administrativos dos órgãos municipais.

Ascom SMS