Além do motorista, foram ouvidos pela Polícia Civil o pai da criança e uma testemunha

O motorista, acusado de atropelar e matar um menino de seis anos, na AL-101 Sul, próximo ao Povoado Barra Nova, no último domingo (8), foi ouvido pela Polícia Civil, nesta terça-feira, 11, na delegacia de Marechal Deodoro. Além do menino, foram atingidas outra criança de dois anos e a mãe deles, identificada como Dayane Vital da Silva.

De acordo com informações da PC, o homem alegou que não ingeriu bebida alcóolica e que foi fazer o retorno quando atingiu a família, que aguardava no canteiro para atravessa a via. Ainda de acordo com o acusado o local não tem iluminação e as vítimas estavam atravessando fora da faixa de pedestres.

Também prestaram depoimento o pai do menino e uma testemunha ocular.

O Hospital Geral do Estado informou, em boletim médico atualizado às 14h30, que Dayane Vital da Silva, de 39 anos, permanece internada na unidade de saúde e o estado de saúde dela é estável. A criança de dois anos recebeu ontem.

O caso – Dayane Vital da Silva seguia para a residência da avó, na companhia dos dois filhos, de dois e seis anos, quando foi atingida por um veículo no canteiro central da rodovia. O filho mais velho,  identificado como João Bernardo Borges da Silva, de seis anos,  morreu no local do acidente.

AL24HS