Embora não sendo a melhor opção de investimento, os juros da poupança conseguem projetar a nova vida dos sortudos do último dia 31

Se o vencedor da Mega da Virada decidir aplicar todo o prêmio de R$ 189.062.363,74 na poupança, o apostador de Cabo Frio (RJ) poderá ter uma renda média de aproximadamente R$ 945 mil por mês.

Para se ter ideia, o valor que o sortudo poderá receber a cada 30 dias corresponde a mais de 721 vezes o novo salário mínimo aprovado por medida provisória assinada no último dia de 2021 pelo presidente Jair Bolsonaro (PL).

Mesmo não sendo a opção econômica mais rentável, a poupança consegue dar a dimensão da nova vida que espera pelo portador do bilhete ganhador apostado na principal cidade da Região dos Lagos, do Rio de Janeiro.

Opção menos rentável

Atualmente, a modalidade popular está rendendo 0,5%, além da taxa referencial ao mês. Se o fluminense depositar todo o valor recebido na poupança, em um ano poderá conseguirá acumular mais R$ 10 milhões, aproximadamente.

Já há algum tempo a poupança deixou de ser a melhor opção de investimento, desde que os valores percentuais passaram a ficar abaixo da inflação. Caso seja a opção do vencedor da Mega, mesmo com todo esse montante no bolso, terá o poder de compra reduzido.

Bolão

No caso do bolão vencedor, registrado em lotérica de Campinas (SP), os 14 vencedores terão o prêmio médio de R$ 13,5 milhões cada. A bolada poderá render aproximadamente R$ 67 mil por mês na poupança.

Para participar do bolão que rendeu o prêmio de R$ 189.062.363,74, os apostadores tinham de pagar ao menos R$ 200, valor de cada cota.

metropoles