Investigações apontam que ele enviava áudios para a menor onde dizia que a vítima tinha que ir até a sua casa porque “o espírito da morte estaria rodeando o seu pai”

O pastor da Igreja Assembleia de Deus Jesus Breve Vem, de Fernão Velho, em Maceió, foi preso após assediar uma criança de 10 anos. Nas redes sociais, familiares da garota divulgaram os áudios e as imagens do pastor sendo preso nessa quarta-feira, 24, além dos áudios assediando a menor. O nome do pastor não foi divulgado devido à Lei de Abuso de Autoridade.

As investigações apontam que ele enviava áudios para a menor onde dizia que a vítima tinha que ir até a sua casa porque “o espírito da morte estaria rodeando o seu pai” e, que “para ele ser liberto”, ela teria que perder a virgindade com ele. Ele finaliza o áudio dizendo que já estava pronto e a esperando na porta de sua casa.

A tia da menina denunciou e a Polícia Militar (PM) foi acionada. Na casa do suspeito, os militares fizeram a prisão em flagrante. No momento da prisão, o pastor conversava com pessoas da comunidade. Os militares fizeram a abordagem, o algemaram e encaminharam para a Central de Flagrantes, no bairro do Farol, em Maceió.

No vídeo, em que os familiares divulgaram, uma das vizinhas do pastor questiona: “Usando a igreja, né?”.

O nome do pastor não foi divulgado devido à Lei de Abuso de Autoridade, sancionada pelo presidente Jair Messias Bolsonaro.

gazetaweb