Apesar de muitas pessoas se exercitarem pensando na eliminação total de gordura, doutor em Ciências do Desporto afirma que ela pode apenas ser reduzida.

O doutor em Ciências do Desporto Amandio Geraldes explica que gordura é a melhor fonte de energia no corpo humano, e que a gordura estocada no corpo deve ser utilizada nas atividades do dia a dia. Além disso, ele alerta que “é preciso ter cuidado com a magreza excessiva”.

Com a chegada do verão, cada vez mais pessoas buscam as academias e dietas para perder peso, manter a forma e eliminar a gordura localizada. No entanto, a redução da gordura corporal sem orientação pode também pode prejudicar a saúde.

As gorduras localizadas podem estar divididas em duas regiões, no tronco, seja no abdômen, nas costas e no peito. Esse tipo é mais comum em homens e está associada a muitas doenças, como hipertensão e diabetes. Outro tipo comum é a gorduras do tipo sexual, que se apresenta na região dos braços, mamas, quadris e coxas, mais presente nas mulheres.

A genética também influencia na distribuição de gordura, então é normal emagrecer e continuar com mais gordura no abdômen ou no quadril.

É possível eliminar a gordura localizada?

De acordo com Geraldes, o único procedimento que consegue eliminar completamente a gordura localizada é a lipoaspiração. Outras atividades como a massagem podem ajudar a reduzir medidas e dar a sensação visual de magreza, mas não consegue eliminá-la.

Qual a gordura que é mais facilmente eliminada?

A gordura do abdômen é mais fácil de ser reduzida. Por se tratar de uma gordura visceral, é mais sensível para ser liberada, e também é mais visível na perda do perímetro do abdômen, assim é mais facilmente notada.

O doutor explica que a gordura nos quadris existe por uma razão fisiológica, como é a gordura sexual, é importante para a gestação e amamentação, então é mais difícil de ser reduzida.

Qual a função do exercício abdominal?

Para entender o abdominal, é preciso saber que o que faz o abdômen diminuir é a redução da gordura visceral e subcutânea, mas se se tem muita gordura visceral a pressão nos músculos abdominais é grande, o que faz com que se perca o tônus.

O exercício abdominal é necessário para a manutenção ou ganho de tônus abdominal, o que melhora a musculatura, mas não diminui a gordura.

A gordura só é perdida quando se diminui as calorias, tendo uma alimentação mais saudável ou gastando mais energia.

Quais são as principais estratégias para o emagrecimento?

As principais é a ingerir de menos calorias do que se gasta, que é a dieta restritiva, e gastar mais do que se come, que é o exercício.

Quem faz uma dieta muito forte ela perde muito peso, mas perde também muita massa muscular, o que é muito ruim para a saúde. A outra maneira é fazer exercícios, o que se utiliza hoje, que é a forma mais saudável é a associação dos exercícios e de dieta.

Por fim, Amandio Geraldes recomenda, para conseguir resultados mais eficientes é preciso procurar orientação de especialistas.

Por g1 AL