O colegiado da Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Alagoas (Arsal) decidiu nesta quarta-feira (24) pelo cancelamento das faturas das unidades consumidoras afetadas diretamente pelo desabastecimento de água decorrente do rompimento da adutora do Sistema Aviação. A decisão será publicada na edição desta quinta (25) do Diário Oficial do Estado (DOE). Serão suspensos os pagamentos a partir do ciclo de outubro/21 até a normalização do serviço.

O desabastecimento afetou parcialmente a região atendida pelo Sistema Aviação. Já os conjuntos Santa Maria, Aprígio Vilela e Eustáquio Gomes tiveram impacto direto com a paralisação e estão há mais de 30 dias, ininterruptos, com deficiência no abastecimento de água.

Além do cancelamento das faturas, a Arsal também determinou à concessionária, enquanto a solução definitiva não se concretizar, o reforço das medidas emergenciais, além do aumento no fornecimento de carros-pipas e caixas d’águas comunitárias, bem como o abastecimento prioritário das residências com moradores idosos e portadores de necessidades especiais. Também foi solicitado o mapeamento do fornecimento, com dia, horário e local, além da ampla divulgação do calendário.

A Arsal esclarece que os consumidores que já efetuaram o pagamento de qualquer período citado deverão ser ressarcidos pela BRK Ambiental. A determinação visa minimizar os transtornos sofridos pelos consumidores. A agência reguladora ressalta, ainda, que a BRK Ambiental continuará realizando a leitura dos hidrômetros na região afetada, a fim de registrar o consumo de cada ciclo, para que não ocorra acúmulo de consumo, quando o abastecimento de água for normalizado.

A solução definitiva do abastecimento de água está em andamento e as medidas para dar celeridade à obra estão sendo acompanhadas e fiscalizadas pela agência reguladora.

Em nota, a assessoria de comunicação da BRK disse que a empresa já havia suspendido as faturas de água nos residenciais e que, caso algum morador já tenha efetuado o pagamento de alguma fatura a partir do ciclo de outubro/21, a empresa garantirá o ressarcimento do valor pago. Veja a nota, na íntegra:

A BRK informa que a suspensão das faturas de água nestes residenciais já tinha sido adotada pela empresa em caráter temporário até a decisão oficial da Arsal sobre o tema, que foi debatido em reunião junto à agência reguladora, ao gerenciamento de crise da Polícia Militar e às lideranças comunitárias. 

A BRK reforça que seguirá todas as determinações da Arsal e que, caso algum morador dos Conjuntos Eustáquio Gomes, Santa Maria e Aprígio Vilela já tenha efetuado o pagamento de alguma fatura a partir do ciclo de outubro/21, a empresa garantirá ao cliente o ressarcimento do valor pago. 

A concessionária, responsável pela distribuição de água em Maceió, tem prestado todo o apoio à Casal para resolver a situação emergencial ocasionada pelo rompimento da adutora do Sistema Aviação e assumiu a engenharia e os investimentos da obra de reparo da tubulação. A previsão é que os trabalhos, já iniciados no local, sejam concluídos até a segunda quinzena de dezembro.

Até que o sistema volte a entregar o volume de água suficiente para a distribuição à população, a BRK segue com o envio de caminhões-pipa para garantir o funcionamento das unidades de serviços essenciais e disponibilização de caixas d’água comunitárias, que são abastecidas diariamente.

Ascom Arsal