Os homens são capazes de transmitirem mais e se infectam com maior facilidade com o vírus da Covid-19. Além disso, o sexo masculino também possui mais chances de apresentar quadros graves da doença. O estudo foi conduzido por pesquisadores do Centro de Estudos do Genoma Humano e de Células-Tronco (CEGH-CEL) e publicado na plataforma medRxiv.

“Essa constatação corrobora e está em consonância com descobertas feitas em estudos recentes que realizamos, que já indicavam que homens podem transmitir mais o novo coronavírus”, explica Mayana Zatz, professora do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo (IB-USP) e coordenadora do CEGH-CEL à Agência FAPESP.

O estudo envolveu 1.744 casais brasileiros. os pesquisadores do CEGH-CE começaram a coletar, entre julho de 2020 e julho de 2021, dados de casais com cerca de 45 anos que ainda não haviam tomado a vacina da Covid-19. Também era necessário que pelo menos um dos cônjuges tivesse sido infectado pelo vírus.

Covid-19 em homens

Ainda segundo a pesquisa, para eliminar possíveis vieses comportamentais, foi analisada a transmissão do vírus em mais de mil casais que moraram juntos durante o período da infecção sem adotar medidas de proteção.

Depois disso, os casais foram divididos em dois grupos. O primeiro de concordantes, em que ambos foram contaminados com Covid-19 e tiveram sintomas. O outro de discordantes, onde um dos dois não teve sintomas da doença, apesar do parceiro infectado.

Vimos que os homens foram infectados primeiro muito mais do que as mulheres, tanto no caso dos casais concordantes como nos discordantes. No total, 946 homens foram infectados com Covid-19 primeiro em comparação com 660 mulheres”, completou. Zatz. “Como o vírus é transmitido principalmente por gotículas de saliva, deduzimos que isso explicaria por que os homens transmitem mais vírus do que as mulheres”, finalizou ainda a pesquisadora.

A pesquisa ainda precisa passar por revisões.

Por: Olhar Digital