Foi condenado a mais de 22 anos de prisão, inicialmente em regime fechado o acusado de matar o professor Ailton Rossiter. O crime ocorreu no dia 02 de outubro e o corpo do professor foi localizado em uma área de plantação de cana-de-açúcar, no Povoado Pau Ferro, zona rural de Teotônio Vilela.

Segundo as investigações, o autor do crime era um homem de 21 anos, que havia saído de um bar com o professor. Ele matou o professor por asfixia para roubar a motocicleta, a carteira e o celular da vítima.

O autor do crime foi preso no dia 7 de outubro de 2020, na zona rural da cidade de Junqueiro, em uma operação da Polícia Civil de Teotônio Vilela e de Junqueiro, com o apoio da Guarda Municipal de Junqueiro.

Como a decisão ainda cabe recurso, o nome do acusado não foi divulgado pela polícia. 

jaenoticia