Foi preso o homem acusado de assassinar a jovem Josefa Deisiely Santos Magalhães, 26 anos, encontrada morta no dia 29 de dezembro do ano passado. De acordo com o Delegado Regional de Arapiraca, Guilherme Iusten, a vítima era perseguida pelo suspeito, que insistia em manter um relacionamento amoroso com Deisiely.

A vítima estava desaparecida desde o dia 21 de dezembro e, apesar do tempo de desaparecimento, a família de Josefa Deisiely  mantinha esperança que ela estivesse viva, mas o corpo da jovem foi localizado em uma área de canavial entre as cidades de Penedo e Igreja Nova.

A jovem era filha de um policial militar. Segundo o delegado Iusten, o veículo roubado da vítima foi localizado com pessoas ligadas ao suspeito. Outras pessoas são investigadas com a tese da participação do suspeito, preso, no feminicídio da jovem.

A prisão do suspeito é temporária, por 30 dias. As investigações continuam para o esclarecimento de outros detalhes do crime.

*Com JáeNotícia.com