Após tomar posse à luz de velas e lanternas de celulares na última sexta-feira (1º), na sede da Prefeitura de Chã Preta, no interior de Alagoas, o novo prefeito de Chã Preta, Maurício Holanda, decretou a transferência provisória da sede da prefeitura para um antigo fórum da cidade. 

“A referida transferência provisória da sede da Prefeitura é motivada pela suspensão, por falta de pagamento, do fornecimento de energia elétrica e de internet, serviços sem os quais o funcionamento de todo o serviço administrativo do município fica prejudicado”, justifica o decreto assinado pelo prefeito.

As imagens divulgadas nas redes sociais do próprio prefeito mostram a chegada dele à sede da prefeitura às escuras. 

“Infelizmente a gente vem aqui no prédio da prefeitura e a energia está cortada. Pela primeira vez na história de Chã Preta um prefeito assume a prefeitura com a energia cortada. Iremos tomar as providências dentro da lei e da legalidade”, afirmou. 

Em nota, a Equatorial Energia Alagoas esclareceu que a prefeitura do município de Chã Preta possui débitos relativos ao consumo de energia elétrica em prédios da administração pública. “A Distribuidora informa que todo o procedimento de cobrança vem sendo conduzido de acordo com o estabelecido pela legislação e tão logo seja realizado o pagamento da dívida, o fornecimento de energia será restabelecido”, disse a Equatorial.  

A reportagem não conseguiu contato com a antiga gestão da ex-prefeita Rita Coimbra Cerqueira Tenório, mas deixa o espaço aberto para defesa. 

TNH1