A CBF já começou a mexer em tudo, com relação ao Campeonato Brasileiro das Séries A e B. Anunciado o início para os dias 8 e 9, agora já temos esse começo antecipado para o dia 7, inclusive com o jogo do CSA, diante do Guarani de Campinas, aqui, no estádio Rei Pelé, às 16h30, e o CRB, sábado, às 11h, em Caxias, contra o Juventude.

Não que isso possa trazer algum problema, mas é a tal da indefinição com a tabela de uma competição que ainda nem começou, claro, para atender a televisão em suas transmissões. Imagine o que vai acontecer depois da primeira rodada.

O calendário vai ser super apertado, com a Copa do Brasil e a Copa do Nordeste para alguns, Libertadores e Sul-Americana para outros, e as eliminatórias para a Copa do Mundo. Por isso, temos que dizer que será um calendário 2020/2021, como acontece na Europa.

Na Europa é assim porque faz parte da sua estrutura, de uma tradição de longos anos e que muita gente defende a ideia por aqui também, com o período de jogos entre agosto de um ano a maio do ano seguinte. Férias no mês de junho; julho para o retorno da preparação; e agosto o início de mais uma temporada.

Esse vai ser um ano atípico (longe da regra, do normal), como nunca visto no futebol brasileiro. Não adianta reclamar do calendário apertado, das muitas viagens, da sequência de jogos, da falta de público, inicialmente. Não quero nem ouvir esse tipo de desculpas. Todo mundo já sabe, antecipadamente, que vai ser assim. Então, porquê reclamar.

Quanto a ausência do torcedor, acho que será por pouco tempo. A Cidade de Maceió, sede dos jogos de CSA e CRB, está, agora, inserida na faixa Azul, pelo menos é o que dizem as autoridades de saúde e a grande mídia anda divulgando.

Só espero que isso não cause muita euforia nas pessoas, e a gente chegue a um retrocesso nas medidas. A situação já esteve bem crítica. Ultrapassamos faixas e estamos bem próximos da Verde, ou seja, quase a liberdade.

Neste comentário, faço um apelo e uma pergunta: Senhor governador, porquê o futebol ainda não foi liberado? Apelo para que isso ocorra e com tempo para concluir o Campeonato Alagoano. Não adianta segurar e deixar para perto do início do Brasileirão.

Faça isso logo, acho que é mais sensato neste momento. Depois será tarde para isso.