Uma investigação apresentou que são muitas as fraudas e irregularidades no recebimento do auxílio emergencial do Governo Federal.

Enquanto no Brasil há em média 10 milhões e 600 mil pessoas que aguardam aprovação para receber ainda a primeira parcela do auxílio emergencial, no valor de R$ 600 e R$ 1200, o benefício chegou a pessoas que moram fora do Brasil.

Além disso, 11 dos 22 criminosos mais procurados do Brasil receberam o auxílio. O valor foi concedido à traficantes, assassinos e ladrões de banco. A investigação foi feita através de um cruzamento de dados da lista de foragidos, publicada no site do Ministério da Justiça e Segurança Pública. A denúncia foi apresentada em uma reportagem especial do “Fantástico” da Rede Globo.

De acordo com o relatório da Controladoria-Geral da União (CGU) mais de 27 mil foragidos, em todo o país, tiveram o auxílio emergencial aprovado pela Caixa. O Governo gastou mais de R$ 16 milhões, só com o pagamento da primeira parcela liberada para os criminosos. Ainda segundo a denúncia, a CGU identificou golpistas que receberam os recursos utilizando dados de pessoas que já morreram. Houve até cadastro feito com celulares que circulam dentro das cadeias.

.jaenoticia