Um médico teve parte do pescoço arrancado e por pouco a veia jugular não foi atingida, após ser mordido por um paciente. Além de morder o médico, o paciente agrediu uma médica e destruiu o pronto-socorro.

O caso ocorreu na noite da última segunda-feira, no Pronto Socorro da Santa Casa de Araçatuba, São Paulo. O paciente teria sido levado ao local para tratar de um ferimento no braço, causado durante um churrasco.

Enquanto a médica plantonista avaliava o ferimento, o paciente teria empurrado e jogado a profissional no chão. Outro médico foi conter o paciente e ajudar a médico, momento em que ele foi mordido no pescoço. Após as agressões, o paciente quebrou a porta do banheiro da unidade médica e agrediu outro paciente.

De acordo com informações do hospital, o homem apresentava sinais de embriaguez. Ele foi contido e levado pela Polícia Militar. Em depoimento, o homem afirmou que o médico terio o xingado e por isso ele “perdeu a cabeça”.

O paciente foi autuado por lesão corporal e dano, mas ficará em liberdade enquanto ocorre as investigações.

jaenoticia