O presidente da Câmara de Vereadores Maceió é a primeira baixa significativa na base de Rui Palmeira, caso a aliança com o governador Renan Filho seja consolidada. 

Conversei com Kelmann, agora há pouco, e ele foi taxativo: “O Rui não conversou nada comigo. Se essa aliança com o governador e o senador Renan for oficializada por ele eu estou fora. Não sigo com ele nesse projeto, porque vai de encontro a tudo o que ele nos passou durante os últimos anos”.

Sobre sua permanência no PSDB, o presidente também foi enfático: ” Pode ser. Vamos avaliar. Faço parte de um grupo que tem planejamento. Vamos sentar e definir o melhor para todos. Quem me conhece sabe que sou leal aos compromissos. Nao aceito mudar nada do que foi planejado. Muito mais porque em nenhum momento fui procurado pelo prefeito Rui para tratar de mudança de planos. O combinado está tudo ao contrário do que está acontecendo”.

Kelmann sempre foi aliado de primeira hora de Rui e líder de um bloco significativo na Câmara. O rompimento político provocará um novo e importante capítulo no xadrez da eleição em Maceió.