Em jogo de quatro bolas na trave, duas para cada lado, Igor Cássio vira herói alvinegro no Nilton Santos

Botafogo e Vasco fizeram clássico movimentado no Nilton Santos

Vasco e Botafogo disputaram o clássico da quinta rodada da Taça Guanabara no estádio Nilton Santos, e o Alvinegro se deu melhor. Com um gol de Igor Cássio aos 44 minutos do segundo tempo, os comandados de Alberto Valentim deram passo importante para conseguir a classificação à semifinais do primeiro turno do Campeonato Carioca.

Com a vitória, o Botafogo ultrapassou o Flamengo na tabela de classificação do grupo A e ocupa a segunda colocação com 9 pontos. O Rubro-Negro, porém, ainda entra em campo na rodada, contra o Resende, nesta segunda-feira.

Para o Vasco, que soma apenas 4 pontos em quarto lugar no grupo B, a derrota significou a eliminação do primeiro turno.

Para fechar a fase classificatória da Taça Guanabara, no próximo domingo, o Botafogo pega o Fluminense no Maracanã e o Vasco visita a Portuguesa, na Ilha do Governador.

Antes, porém, as duas equipes têm compromissos no meio de semana. O Vasco estreia na Copa Sul-Americana contra o Oriente Petrolero, da Bolívia, na quarta-feira, em São Januário. Já o Fogão viaja para Caxias do Sul para enfrentar o Caxias na estreia na Copa do Brasil.

O Jogo – Apesar das ausências nas duas equipes, Botafogo e Vasco fizeram um jogo movimentado no Maracanã. O Alvinegro começou tentando pressionar a saída de bola do Cruz-Maltino, mas os comandados de Abel controlaram as ações nos primeiros 15 minutos.

Aos 8, em cobrança de falta da intermediária, Andrey soltou uma bomba e obrigou Gatito a espalmar. Dois minutos depois, Ribamar recebeu na intermediária pela esquerda, avançou até a área, driblou o marcador e rolou para o meio. Vinícius bateu de primeira e acertou a trave direita.

O Botafogo equilibrou o jogo e respondeu aos 16. Falta da intermediária pela direita, Bruno Nazário levantou na área e Kanu raspou de cabeça. A bola quicou no chão e bateu na trave do outro lado.

O jogo seguiu bastante corrido e cada equipe teve mais uma bola na trave antes do final do primeiro tempo. Aos 36, Luis Henrique fez bela jogada pelo meio, tabelou com Bruno Nazário e, dentro da área, acertou belo chute que explodiu no travessão.

Cayo Tenório recebe na direita, vai à linha de fundo e cruza a meia altura. Vinícius toca para o gol de letra e a bola resvala em Gatito e acerta a trave.

A partida ficou mais truncada no segundo tempo. Querendo mostrar serviço, os reservas das duas equipes atuavam com muita disposição, mas faltavam entrosamento e recursos técnicos.

O Vasco teve uma boa chance aos 15. Cayo Tenório cobrou falta próximo à linha lateral pela direita e levantou na área. Após bate rebate, a bola sobrou para Ribamar quase na linha da pequena área. Ele tentou o arremate mas Marcelo Benevenuto aparece e impede a conclusão.

O Botafogo mas uma vez cresceu no jogo a partir da metade da etapa e quase abriu o placar aos 24. Luis Henrique recebeu de Luiz Fernando e tocou para Alex Santana, que chegava de trás. O volante bateu, Lucão defendeu e no rebote, Bruno Nazário errou a finalização e mandou pra fora.

Abel Braga tentou reforçar seu ataque e colocou os titulares Marrony e Talles Magno em campo. O Cruz-Maltino cresceu de produção e passou a pressionar o Botafogo em seu campo. Mas foi em um contra-ataque rápido, aos 44, que o Alvinegro marcou o gol da vitória.

Bruno Nazário foi lançado, dominou na lateral da área e rolou para a entrada de Igor Cássio. O atacante finalizou, Lucão defendeu mas a bola voltou e bateu no seu peito e entrou.

Gazeta Esportiva