Três pessoas foram presas nesta quinta-feira, 11, acusadas de torturar e roubar uma mulher, de identidade preservada, residente em Marechal Deodoro. Os três foram descobertos a partir de denúncia efetuada pela vítima à equipe do delegado Leonan Pinheiro, titular do  17º DP.

Em depoimento a vítima conta foi convidada pelos agressores para uma festa e quando chegou ao local foi hostilizada porque estaria devendo dinheiro. Ela conta que foi ameaçada com uma faca, teve parte do seu cabelo cortado e foi espancada. Além disso, os agressores roubaram seus pertences: aparelho celular, roupas e até o sofá.

Os agentes da delegacia foram até a Praia do Francês, onde moram os acusados e nas residências encontraram o material que teria sido roubado da casa da vítima, que é natural de São Luiz do Maranhão.

Os presos foram encaminhados à Delegacia de Marechal Deodoro onde prestaram depoimento e confirmaram as agressões. No entanto, negam o roubo dos pertences. Eles afirmam que ela entregou o material como forma de pagamento pela dívida e teria informado que estava de partida para São Luiz do Maranhão.

A Polícia informou que havia um vídeo gravado do momento da tortura, mas que teria sido deletado pela mulher envolvida no crime.

 

 

AL24HS