Operação Loki 2 é deflagrada e polícia apreende material usado em fraudes a concursos públicos em AL e PE

Polícia Civil / Foto: PC

A segunda fase da Operação Loki foi deflagrada nesta terça-feira (2), pela Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), da Polícia Civil de Alagoas. A operação tem o objetivo desarticular uma organização criminosa que agia na prática de fraudes a concursos públicos ocorridos nos Estados de Alagoas e Pernambuco. Durante a operação, foram cumpridos 16 mandados de busca e apreensão.

De acordo com o delegado Igor Diego, coordenador da Deic, a ação policial foi dividida em dois núcleos: em Alagoas foi realizada nas cidades de Maceió, Joaquim Gomes, Colônia Leopoldina e Arapiraca, e em Pernambucano ocorreu nas cidades de Recife, São Lourenço da Mata, Toritama e Limoeiro.

Diversos equipamentos eletrônicos foram apreendidos, a exemplo de celulares e notebooks.

As investigações vêm sendo realizadas pela Deic a mais de oito meses e decorrem da “Operação Loki” que apurou fraudes nos concursos públicos da Polícia Civil, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros em Alagoas.

Desta vez, a operação focou nas pessoas que captam os clientes e organizam as fraudes. A Polícia Civil de Alagoas contou com o apoio da Polícia Civil de Pernambucano, por meio de agentes da Dracco e que foram coordenados pela delegada Viviane Santa Cruz.

As investigações mostraram que a organização criminosa tinha vários núcleos, entre eles, os aliciadores, o líder que definia os valores a serem pagos pelo candidato, as pessoas que se inscreviam nos concursos para obterem as provas ou fotografá-las, aqueles que respondiam a provas e uma pessoa que fornecia os equipamentos (pontos eletrônicos e cartões magnéticos) e fazia chegar as respostas aos candidatos.

Na primeira fase da “Operação Loki”, foram presas 12 pessoas, inclusive um dos líderes do grupo – um ex-policial militar alagoano, preso na cidade de João Pessoa, na Paraíba.

cadaminuto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *