Mulher Melão revela convite de famosa para gravar conteúdo erótico em dupla

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Mulher Melão, de 37 anos, acabou se tornando uma referência na comercialização de conteúdo erótico no Brasil. A funkeira, número um no OnlyFans, vende apenas fotos e vídeos dela pelada sozinha, ao contrário de outros creators, que fazem feats de sexo explícito. A Quem, ela garante que não foi por falta de convites.

“Recebo muitos convites de homens e mulheres para gravarem conteúdo comigo. Acho que daqui a pouco vou ter que fazer um concurso para ver quem vai ser minha amiguinha que vou gravar. Não falo dessa água não beberei, mas ainda não senti vontade. Por enquanto, o conteúdo solo está indo muito bem. Mas já recebi convite até de mulher famosa”, revela.

Apesar de faturar alto, Melão não pensa em investir em uma produtora. “Meus conteúdos são diários e geralmente sou eu mesma quem gravo. Isso é muito bom, porque fica bem realista. Também gosto de fazer conteúdo de adrenalina. Da última vez, desci do carro no meio da rua e coloquei meu amigo para gravar eu fazendo um strip-tease meu na Colômbia. Gosto muito de fazer coisas diferentes para surpreender meus fãs. Adoro saber que os homens estão se divertindo comigo. Recebo mensagens diariamente deles elogiando o meu conteúdo”, afirma.

Foto: Reprodução/Redes Sociais

A musa diz que o segredo do seu sucesso está justamente no amadorismo de suas produções. Para Melão, os clientes querem consumir algo mais próximo da realidade possível. “Não uso Photoshop, nem filtro. Os fãs são apaixonados pelo conteúdo amador, porque ele é mais real. Ele consegue ficar mais próximo de mim, porque ele vê não só as minhas qualidades, mas os meus defeitos do jeito que eles são”, justifica.

“Não gosto de vender a imagem da mulher perfeita que não existe. Eu invisto no meu corpo justamente para ele ficar o mais belo possível dentro da realidade. Engraçado que as pessoas me encontram na rua e me acham mais bonita pessoalmente e relatam terem visto outras modelos do OnlyFans que não são o que vendem. Para mim, isso é a cereja do bolo do meu conteúdo. Acho libertador poder ser você mesma, ser natural”, completa.

Revista Quem 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *