MULHER MATA FILHA DE 5 ANOS E INCENDEIA APARTAMENTO NO DISTRITO FEDERAL

Mulher mata filha de 5 anos e incendeia apartamento no Distrito Federal
Mulher ateou fogo em apartamento após matar filha – Foto: Reprodução/TV Globo

Uma mulher de 32 anos foi presa em flagrante, na madrugada desta segunda-feira, 6, após matar a própria filha, de 5, e atear fogo em seu apartamento em Taguatinga, no Distrito Federal. As autoridades encontraram uma carta, na qual Zenaide Rodrigues de Sousa confessa o crime.

De acordo com a reportagem a TV Globo Brasília, o incêndio começou por volta de 1h30 no imóvel localizado no 11º andar do condomínio Itamarati. Pelas imagens, é possível ver a fumaça preta de longe. As chamas chamavam bastante atenção, e os vizinhos acordaram de madrugada com gritos.

“Eu acordei com os gritos desesperadores de ‘desce’, de ‘chama os bombeiros’, de ‘socorro’. A gente acorda meio desnorteado, ainda estou”, afirmou Diego Ícaro da Silva Leite, um dos moradores do condomínio.

Zenaide chegou a se pendurar na sacada do apartamento, e foi salva por um morador que a segurou no imóvel de baixo. Ela foi atendida pelos bombeiros e não teve ferimentos, mas a filha, de 5 anos, foi encontrada morta.

Conforme aponta a reportagem, a Polícia Civil informou que a própria moradora foi quem ateou fogo no imóvel. Um sargento que atendeu ao chamado contou às autoridades que a porta do quarto da criança estava trancada, e que a menina não tinha sinais de queimadura. Segundo ele, o quarto não foi atingido pelas chamas.

Durante a ocorrência, Zenaide confessou ter asfixiado a filha.

“O corpo já estava em avançado estado de rigidez. Foi possível identificar que havia, no mínimo, mais de 6 horas da data do fato. A princípio, como ela confessou, e de fato, o bombeiro e o SAMU, que prestaram atendimento, reconheceram que a vítima já estava morta. Não foi em decorrência do incêndio. Tanto que ela já estava com o corpo gelado”, afirmou o delegado Josué Pinheiro.

A carta escrita pela mãe da menina foi encontrada no quarto da filha. Ela diz que planejou a morte da menina e que está sofrendo com a depressão. O corpo da menina tinha marcas de unhas no pescoço, indicando a asfixia.

Zenaide foi presa em flagrante por homicídio seguido de incêndio criminoso. Na audiência de custódia a Justiça decidiu que ela permanecerá presa por tempo indeterminado.

Fonte: Jaé Notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *