Onze pessoas, incluindo dois policiais, morem esmagadas em show superlotado

Público forçou a entrada em uma área reservada por causa do excesso de pessoas presentes no local. Multidão se reuniu para ver o show do cantor Fally Ipupa.

Onze pessoas morreram neste sábado (29), incluindo dois policiais, após serem esmagadas pela multidão em um show superlotado em Kinshasa, capital da República Democrática do Congo, segundo o governo.

O Estádio dos Mártires estava lotado para um show encabeçado pelo cantor congolês Fally Ipupa, acima de sua capacidade máxima de 80.000 pessoas. Por conta do excesso de pessoas, parte do público acabou forçando seu caminho para a área VIP.

A polícia registrou “11 mortes, incluindo 10 como resultado de sufocamento e esmagamento, e 7 hospitalizações”, disse Daniel Aselo Okito, ministro do Interior, em um comunicado.

O número de participantes dentro do estádio excedeu em muito a quantidade de pessoas que os seguranças presentes seriam capazes de controlar.

As forças de segurança já haviam disparado gás lacrimogêneo do lado de fora do estádio, em uma tentativa de dispersar multidões violentas, onde muitos haviam se reunido antes do concerto de Ipupa.

O cantor de 44 anos, nascido em Kinshasa, é um dos principais artistas africanos e suas músicas fazem sucesso em várias partes do mundo.

Fonte: g1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *