Egito divulga destroços de avião da Egyptair, de olho em caixas-pretas

Imagens mostram colete salva-vidas e parte de avião da Egyptair – Exército egípcio

CAIRO — O Exército egípcio divulgou as primeiras imagens dos destroços do avião da Egyptair que caiu na última quinta-feira. As fotos mostram uma parte da aeronave com o logo da companhia aérea, pertences de passageiros e um colete salva-vidas encontrados no mar Mediterrâneo. Equipes de busca já anunciaram tem encontrado também assentos do avião e restos mortais de quem estava a bordo do voo MS804. Sem confirmação oficial do Egito, agentes de segurança dos EUA afirmaram ter localizado as caixas-pretas e que a recuperação seria questão de tempo.

Neste sábado, investigadores franceses confirmaram que a aeronave emitiu sinais de presença de fumaça em seu interior poucos minutos antes de perder contato com os controladores.

O porta-voz do Exército egípcio, Mohammed Samir, confirmou que as imagens publicadas neste sábado mostram os destroços do avião envolvido no mais recente desastre aéreo da Egyptair e bens pessoais dos passageiros. Autoridades já descartaram a possibilidade de haver sobreviventes no episódio.

Destroços do avião da Egyptair foram encontrados no mar Mediterrâneo – Exército egípcio

Ainda não se sabe o que causou a queda do Airbus A320, que tinha 66 pessoas a bordo em uma viagem de Paris ao Cairo. No entanto, os noves objetos encontrados serão utilizados na investigação.

— Ainda é cedo para interpretar e compreender as causas do acidente, enquanto não encontrarmos os restos do aparelho ou as gravações. A prioridade da investigação é encontrar os restos e gravações — disse um porta-voz do Departamento de Investigações e Análises (BEA) da França.

Os avisos de fumaça, que foram enviados automaticamente pelos sistemas informatizados do Airbus A320, chegaram às 2h26m de quinta-feira, hora local, pouco antes dos controladores de tráfego aéreo perderem contato com o avião que transportava 66 pessoas.

Pertences pessoais estão entre bens achados por equipes de busca após queda de Airbus A320 – Exército egípcio

As mensagens indicaram que havia uma fumaça intensa na parte da frente do avião, especificamente no banheiro e em um compartimento abaixo da cabine. Os avisos de erro também indicaram que o computador de controle de voo teve problemas de funcionamento.

CAUSA DESCONHECIDA

Pouco antes de desaparecer dos radares, o avião virou 90 graus para a esquerda e, em seguida, realizou um giro de 360 graus para a direita, e caiu de 15 mil para 10 mil pés de altitude, antes de sumir dos radares. Ele caiu sem emitir pedido de socorro.

— Todas as evidências até agora, incluindo as imagens, indicam que a aeronave se quebrou no ar e não com o impacto no mar. Aviões raramente se rompem por conta do condições severas do tempo, mas este não foi um fator neste acidente — afirmou Phil Giles, especialista em segurança aérea, ao “The Independent”.

Equipes de busca encontraram assentos, pedaços da fuselagem, itens pessoais, incluindo malas e restos mortais em águas ao Norte da cidade egípcia de Alexandria.

O ministro da Defesa da Grécia, Panos Kammenos, mencionou os esforços da equipe egípcia de resgates, mas evitou conclusões apressadas sobre as descobertas.

Além da descoberta de destroços, a queda do voo 804, sobre a qual paira a suspeita de um ataque terrorista também fez com que aeroportos ao redor do mundo reforçassem a segurança. No aeroporto Charles de Gaulle, em Paris, de onde o voo da EgyptAir partiu, medidas de segurança foram intensificadas.

Após queda de avião, coletes salva-vidas ficaram no mar Mediterrâneo – Exército egípcio
Destroços do avião da Egyptair foram encontrados no mar Mediterrâneo – Exército egípcio
Logo da companhia aérea é visto em parte de aeronave – Exército egípcio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *