Menores acusados em quatro homicídios são apreendidos durante operação

DSC_00781-350x258Dois menores foram apresentados pela Secretaria de Segurança Pública, durante entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira (18). Eles são acusados de cometerem homicídios nos município de Cajueiro e Viçosa, ocorridos neste final de semana.

As prisões aconteceram na manhã de hoje em uma operação integrada, realizada pelas polícias Civil e Militar. Em Cajueiro, foi apreendido um menor acusado de matar três pessoas e deixar uma ferida, na noite de sábado (16), em um bar.

A prisão aconteceu após diversas denúncias anônimas realizadas através do 181. De posse das informações, os militares conseguiram localizar o menor em uma residência. Segundo as investigações do delegado regional de Viçosa, Rosivaldo Vilar, o adolescente iria matar uma traficante identificada como “Nega Caboje”, a mando de um traficante, ex-companheiro dela. Ao perceber a aproximação do menor, a traficante entrou no bar e se escondeu no banheiro. Como não encontrou sua vítima, o menor acabou atirando em direção ao estabelecimento, matando três pessoas e deixando uma ferida, que reconheceu o adolescente com o autor material. A sobrevivente disse ainda que o acusado estava acompanhado de outras duas pessoas.

O adolescente negou as acusações e disse que quem atirou foi um jovem conhecido como “Galeguinho”, que já está sendo procurado pela polícia. Ainda de acordo com o delegado, a arma do crime não foi localizada e os policiais continuam em diligência para encontrar e apreender a arma.

Já o outro menor foi apreendido no município de Viçosa. Ele foi acusado pela própria mãe de ter assassinado o irmão, usando um cavador, na residência onde moravam, no Conjunto Mutirão, na periferia da cidade.

Em depoimento, o acusado chegou a dizer que o irmão havia sido assassinado por dois homens encapuzados, que invadiram a residência. Entretanto, desconfiada,a mãe, que não morava com os filhos, procurou a polícia para fazer denunciar o filho.

“Diante da frieza dele na delegacia, e da desconfiança da mãe, nós o chamamos novamente para ser ouvido e ele acabou confessando o crime. Ele matou o irmão usando um cavador”, disse o delegado Vilar.

João Urtiga/Alagoas24horasAcusados foram apresentados durante entrevista coletiva

Acusados foram apresentados durante entrevista coletiva

Apesar dos registros violentos no final de semana, o secretário de Segurança Pública, coronel Lima Júnior, destacou o trabalho das polícias e a importância do disque denúncia.

“Tivemos um final de semana com três ocorrências e oito mortes. Um estatística muito ruim para o Estado, mas conseguimos dar uma resposta rápida à sociedade, com um trabalho foi feito todo de forma integrada. Os menores foram apreendido pouco tempo após os crimes. As denúncias feitas ao 181 foram de grande importância e peço que a população continue contribuindo. Nós não vamos permitir  que os homicídios em nosso estado fiquem impunes”, disse o secretário.

 fonte:alagoas24horas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *