quinta-feira, 22 de agosto de 2019
Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3

Justiça pede prisão preventiva de pais de menores encontrados em situação de abandono em Marechal

Os quinze menores adotados pelo casal foram encontrados em uma casa onde viviam em condições subumanas, na Praia do Francês, em Marechal Deodoro

Nesta quinta-feira (8), a promotora de Justiça Amélia Campelo requereu, e o Judiciário acatou, o pedido de prisão preventiva contra os pais das crianças e adolescentes encontrados em situação de abandono, na semana passada, em uma residência localizada na Praia do Francês, em Marechal Deodoro. 

O pedido foi baseado nos testemunhos dos próprios filhos e nos relatórios elaborados pela equipe multidisciplinar do Juizado da Infância e Juventude de Marechal Deodoro. A acusação feita pelo Ministério Público Estadual de Alagoas (MPE/AL) foi de crime de tortura. 

As vítimas continuam abrigadas na Casa Lar, em Marechal Deodoro.

Entenda o caso

Quinze menores foram resgatados pelo Conselho Tutelar e pela polícia, na quarta-feira passada, 31 de julho, de duas casas onde viviam em condições subumanas, na Praia do Francês, em Marechal Deodoro.

Os menores, com idades entre 8 e 17 anos, seriam adotados e viviam em duas residências na região da Praia do Francês, em Marechal Deodoro. A polícia foi até o local após denúncias de maus-tratos.

Militares do 17º Distrito Policial cumpriram dois mandados de busca e apreensão, sendo um deles expedido pela Comarca de Marechal Deodoro e outro pela Justiça de Goiás, de onde seriam os menores e seus responsáveis.

 

.jaenoticia

Sobre WebRádio Juventude

Verifique isso

Braskem dá sinais de que não vai sair de Alagoas

Independente da verdade dos fatos, após o trânsito em julgado, a Braskem dificilmente será vista …