quinta-feira, 22 de agosto de 2019
Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3

CSA não suporta pressão do Corinthians e perde por 1×0 na volta do Brasileirão

 O CSA não conseguiu pontuar na volta do Campeonato Brasileiro. Jogando em São Paulo, na Arena, contra o Corinthians, o time marujo se colocou atrás da linha da bola em boa parte do jogo e foi derrotado com um gol solitário de Vagner Love aos 33 minutos do segundo tempo. 

O time comandado por Argel Fucks iniciou a partida com três novas contratações (Alan Costa, Ricardo Bueno e Alecsandro), mas não foi suficiente para conquistar os primeiros pontos longe de Maceió. Com o resultado, o Azulão se manteve na vice-lanterna da Série A, com seis pontos, e perdeu a chance de dormir fora da zona de rebaixamento.

Veja como foi a partida em Tempo Real!

Na 11ª rodada, o CSA recebe o Athletico Paranaense no Estádio Rei Pelé, no sábado (12), às 19 horas. Já o Corinthians, que chegou aos 15 pontos no nacional e encostou no G4, encara o Flamengo, na Arena Itaquera, em São Paulo, às 16h do domingo (21). 

Jogando em casa, normalmente o Corinthians ocuparia o campo defensivo do CSA. E assim fez, desde os dois minutos, quando o atacante Pedrinho arrancou pelo meio e tentou descolar um passe por elevação para Vagner Love, mas o zagueiro Luciano Castán chegou antes, despachando a redonda para longe.

Aos nove minutos, cruzamento dentro da área do Azulão. O alagoano Pedrinho subiu livre, mas mandou à esquerda da meta azulina. Para tentar inibir as investidas alvinegras, o Azulão se postava em campo aterás da linha da bola, com Alecsandro mais avançado e Ricardo Bueno ajudando na marcação. 

 

No entanto, era pelo lado esquerdo de ataque que o Corinthians buscava abrir o placar. Quase conseguiu aos 16 minutos, quando Cleyson partiu no mano a mano com Celsinho, cortou para a perna direita e bateu colocado. Jordi, brilhantemente, espalmou para fora.

Depois disso, o jogo deu uma esfriada e o time experiente do CSA passou a segurar mais a bola. Quando tentou arriscar uma jogada de ataque, aos 39, criou um problemão: Castán resolveu ligar a defesa ao ataque, mas o xerife Gil conseguiu cortar e mandar direto para Pedrinho, no setor ofensivo. A joia corintiana pegou a redonda e lançou Vagner Love, que sozinho, mandou por cima de Jordi. A bola ia entrando no gol até que o zagueiro Alan Costa apareceu e chutou para longe. 

 

 

O lance ligou o time paulista e passou a agredir nos minutos finais. Quando o relógio bateu os 41, após escanteio, Ralf ficou com rebote na entrada da área e arriscou. A bola tinha endereço do gol, mas desviou em Rafinha, tocou na trave e se perdeu pela linha de fundo. Com a redonda, se foi também o primeiro tempo de domínio do Timão.

Pressão e gol solitário 

Na volta do intervalo, o CSA voltou com a mesma proposta de jogo: recuado e tentando ligar o contra-ataque com o veloz Apodi. Já o time do Corinthians, depois de certamente receber uma bronca do técnico Fábio Carille, voltou mais ligado. 

 
 

Mas quem teve a primeira chance na etapa final foi o CSA, mas Cássio segurou a bola no chute de fora da área do atacante Ricardo Bueno. Depois deste lance, o que se viu foi uma avalanche dos paulistas sobre os alagoanos. 

Aos sete minutos, bate-rebate na área do CSA: o meia Sornoza cobrou escanteio, a bola desviou e sobrou com Cleyson. O meia tentou o chute, a defesa do CSA afastou, a redonda foi segura por Jordi. Quando o arqueiro segurou a bola, Sornoza chegou dividindo e arrumou uma confusão. No fim das contas, o jogador do Timão ganhou um cartão amarelo.

Aos 13 minutos, Pedrinho, Júnior Urso e Fagner fizeram uma boa triangulação pela direita e ganharam escanteio. Na cobrança, o zagueiro Gil subiu mais do que toda a defesa e cabeceou por cima do gol.

 

 

As investidas do Timão já passaram a ser mais frequentes. Em uma delas, aos 19, Alan Costa calçou Vagner Love na entrada da área. Sornoza pegou a redonda, bateu falta no ângulo  e o goleiro Jordi fez a famosa defesa de pagar ingresso, no ângulo.

Só que aos 32 minutos não teve como o arqueiro marujo impedir que a bola estufasse a rede azulina. O atacante Boselli deu o passe entre as pernas de Luciano Castán, e Vagner Love girou, dentro da área, soltando a bomba de pé direito. Abrindo e finalizando o placar a favor do Corinthians: 1×0.

Ficha técnica

Corinthians: Cássio; Fagner, Gil, Manoel, Danilo Avelar; Ralf (Régis), Júnior Urso, Pedrinho (Boselli), Sornoza, Clayson e Vagner Love (Gabriel). Técnico: Fábio Carille.

 

CSA: Jordi, Celsinho (Cassiano), Alan Costa, Luciano Castán e Rafinha;Naldo, Nilton (Jean Cléber), Joanatan Gómez (Victor Paraíba) e Apodi; Alecsandro e Vitor Bueno. Técnico: Argel Fucks.

 
Gazetaweb

Sobre WebRádio Juventude

Verifique isso

Braskem dá sinais de que não vai sair de Alagoas

Independente da verdade dos fatos, após o trânsito em julgado, a Braskem dificilmente será vista …