quarta-feira, 18 de setembro de 2019
Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3

Vítimas de ataque com ácido prestam depoimento em Marechal Deodoro

A polícia colheu, na manhã desta sexta-feira (08), os depoimentos de Erivânia Vicente dos Santos e a irmã Erineide, que foram atacadas com ácido no último dia 23, no município de Marechal Deodoro, região metropolitana de Maceió.

As vítimas relataram em detalhes como aconteceu o ataque, além de prestar depoimentos sobre o convívio com José Gilbenes dos Santos, de 48 anos, que teria mantido um relacionamento com Erivânia por cerca de 7 meses. As mulheres serão encaminhadas para realizar o exame de corpo de delito, no Instituto Médico Legal, em Maceió.

O caso obteve repercussão depois que foram divulgadas imagens de câmeras de segurança que registraram o momento em que Gilbenes jogou aproximadamente um litro de ácido sob a ex-companheira, Erivânia, e a irmã dela. As vítimas sofreram queimaduras de segundo e terceiro grau, na cabeça, no rosto e espalhadas pelo corpo.

O delegado responsável pelo caso, Leonam Pinheiro, informou ao TNH1 que Gilbenes está detido no sistema prisional de Alagoas após ser preso preventivamente e deverá responder por tentativa de feminicídio, agressão física grave e outros crimes. “Ele está detido na ala das prisões provisórias, aguardando o julgamento”, disse o delegado.

Mariana Barros, advogada que está acompanhando as vítimas, contou que Erivânia e Erineide estão abaladas e temerosas. “Elas relataram sensação de raiva e de medo, e o medo que elas relatam não é apenas do agressor, mas também do que possa ser feito pelos seus familiares”, disse a advogada.

A advogada disse ainda que Gilbenes deverá responder por feminicídio “porque foi uma tentativa de matá-la em razão da condição de ser mulher”, relatou. 

 

 

TNH1

Sobre WebRádio Juventude

Verifique isso

PROFESSOR LUO EXPLICA COMO VAI SER AS ENTREVISTAS DOS CANDIDATOS AO CONSELHO TUTELAR