terça-feira, 16 de julho de 2019
Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3

Justiça manda soltar empresário detido na operação que prendeu Temer

Desembargadora concedeu habeas corpus a Rodrigo Castro Alves Neves, dono de agência acusada de ser uma das intermediárias de pagamento de propinas

O plantão do Tribunal Regional da 2 Região (TRF2), no Rio de Janeiro, aceitou nesse sábado (23) o pedido de habeas corpus e mandou soltar o empresário Rodrigo Castro Alves Neves.

Ele foi preso na Operação Descontaminação, que também levou para a cadeia o ex-presidente Michel Temer, o ex-governador do Rio de Janeiro, Moreira Franco, e mais sete pessoas.

Ao contrário de Temer e de Moreira Franco, que cumprem prisões preventivas, o mandado contra o empresário era de prisão temporária, com, no máximo, cinco dias.

A decisão da desembargadora Simone Schreiber considerou que a prisão temporária, neste caso, “viola frontalmente a Constituição Federal”, diz o despacho.

Nas investigações, Neves foi acusado de ter o seu nome associado  a empresas com ligações contratuais  com a PDA Projetos, que pertence João Batista Lima Filho, o coronel Lima, amigo pessoal de Temer e também preso, junto com sua mulher Maria Rita, na semana passada, na Operação Descontaminação.

O empresário também já foi sócio do ex-senador Eunício de Oliveira, do Ceará.

 

Agência Brasil 

Sobre WebRádio Juventude

Verifique isso

Bombeiros salvam quatro turistas vítimas de afogamento na Praia do Francês

Segundo major do Corpo de Bombeiros, mar na região está mais agitado; turistas foram atendidos …