domingo, 18 de novembro de 2018
Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3

Renan Filho assume o controle acionário do Sistema Correio de Rádios

Bom dia. Retornando do planejado período de descanso.

Vamos lá.

 

O governador Renan Filho está disposto a ir longe na política. Aos mais próximos confidenciou que pretende dar um tempo na vida pública após a conclusão do segundo mandato. Disse que vai compensar o tempo dedicado ao Estado com a família e avançar nos estudos na área econômica, fora do país. A outros, deixou escapar que o Palácio do Planalto é uma possibilidade. Ou seja: o sonho presidencial é uma realidade (na cabeça dele).

Com as contas públicas no cabresto, fruto do bem-sucedido ajuste fiscal aplicado no início da gestão, o governador ainda tem como bônus uma série de obras para concluir e algumas centenas de alagoanos para chamar ao serviço público, via concurso.

Novo ciclo
Desejos a parte, Renan Filho precisará provar que adquiriu a experiência necessária para seguir em carreira solo. O primeiro obstáculo será superar a barreira das incertezas do governo Bolsonaro e manter a aprovação da gestão, que lhe garantiu o SIM de 77% dos alagoanos.

Para começar o ano Renan Filho vem preparado com o suporte das oito emissoras que compõem o Sistema Correio de Rádios (SCR), incluindo a CBN Maceió. Ele já detinha 50% do grupo e adquiriu, recentemente, a outra metade. “A decisão de vender foi pessoal, da minha parte. Eu disse a ele que, ou ele comprava ou eu colocaria à venda. Agora vou me dedicar aos netos e aos negócios na área do turismo”, confirmou Tito Uchoa, agora ex-sócio, que administrava o pool de emissoras.

Briga pela audiência
O controle acionário das emissoras vai possibilitar que o grupo do governador tenha uma linha editorial capaz de combater possíveis ofensivas, principalmente com a Gazeta, de Collor, e a rede Farol, que tem JHCà frente.

Comunicação é poder. Mas tem que saber usar.

Sobre WebRádio Juventude

Verifique isso

Derrotado, Haddad declara gasto 15 vezes maior que Bolsonaro em campanha

Derrotado na eleição presidencial deste ano, Fernando Haddad (PT) declarou neste sábado (17) ter gastado …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*