quarta-feira, 14 de novembro de 2018
Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3

Violência doméstica fez 2.829 vítimas este ano em Alagoas

Dados da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) revelam que, este ano, foram atendidas 2.829 ocorrências relacionadas à Lei Maria da Penha em Alagoas. 

Um dos casos teve como vítima Valdilene da Silva, 47 anos, que teria sido agredida pelo marido a ponto de precisar de atendimento médico no Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió. Em estado grave, a vítima está entubada e sedada, segundo boletim divulgado nesta quinta-feira pela assessoria de comunicação da unidade de saúde. 

Valdilene foi agredida pelo marido – Luzivaldo Martins da Silva, que está preso – no Tabuleiro do Martins, parte alta de Maceió. No mês passado, outro homem foi preso após mutilar a esposa, arrancando-lhe parte do lábio, em Delmiro Gouveia, município do Sertão alagoano. 

Do total de casos deste ano, 1.364 ocorreram em Maceió. Foram quase 200 em Arapiraca e outros 67 em Rio Largo, município da região metropolitana. As três cidades foram as que mais registraram casos de violência doméstica em Alagoas.

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) esclarece que a Lei Maria da Penha abrange os casos de violência doméstica e intrafamiliar, de modo que o crime deve ser apurado por meio de inquérito policial a ser remetido ao Ministério Público. 

Ainda segundo dados fornecidos pela SSP à Gazetaweb, em 2017, foram relatados 4.815 casos em Alagoas, sendo 2.413 na capital, 318 em Arapiraca e 100 em Rio Largo.

 

 

Gazetaweb

Sobre WebRádio Juventude

Verifique isso

Alunos da Escola Araújo Lobo se destacam em Olimpíada Brasileira de Robótica, em João Pessoa

Os estudantes da Escola Municipal Dona Maria de Araújo Lobo foram destaque na Olimpíada Brasileira …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*