segunda-feira, 24 de setembro de 2018
Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3

Violência doméstica fez 2.829 vítimas este ano em Alagoas

Dados da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) revelam que, este ano, foram atendidas 2.829 ocorrências relacionadas à Lei Maria da Penha em Alagoas. 

Um dos casos teve como vítima Valdilene da Silva, 47 anos, que teria sido agredida pelo marido a ponto de precisar de atendimento médico no Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió. Em estado grave, a vítima está entubada e sedada, segundo boletim divulgado nesta quinta-feira pela assessoria de comunicação da unidade de saúde. 

Valdilene foi agredida pelo marido – Luzivaldo Martins da Silva, que está preso – no Tabuleiro do Martins, parte alta de Maceió. No mês passado, outro homem foi preso após mutilar a esposa, arrancando-lhe parte do lábio, em Delmiro Gouveia, município do Sertão alagoano. 

Do total de casos deste ano, 1.364 ocorreram em Maceió. Foram quase 200 em Arapiraca e outros 67 em Rio Largo, município da região metropolitana. As três cidades foram as que mais registraram casos de violência doméstica em Alagoas.

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) esclarece que a Lei Maria da Penha abrange os casos de violência doméstica e intrafamiliar, de modo que o crime deve ser apurado por meio de inquérito policial a ser remetido ao Ministério Público. 

Ainda segundo dados fornecidos pela SSP à Gazetaweb, em 2017, foram relatados 4.815 casos em Alagoas, sendo 2.413 na capital, 318 em Arapiraca e 100 em Rio Largo.

 

 

Gazetaweb

Sobre WebRádio Juventude

Verifique isso

Barulho do megafone derruba helicópteros e ‘mata’ marqueteiros em Alagoas

Faz barulho aí, gente! Olha o Rodrigo passando”!! Grita o locutor, de cima de um mini …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*