segunda-feira, 24 de setembro de 2018
Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3

Erros na condução das eleições em Alagoas deixarão “mortos” e sequelados

Cientistas, analistas, palpiteiros, jornalistas e até os políticos erraram na maioria dos prognósticos às eleições em Alagoas. E a tendência é que muitos continuem errando, por motivos e motivações particulares.

Alguns dos erros clássicos
Eles nunca afirmaram, mas parte significativa da imprensa vendeu uma enxurrada de informações dando conta das candidaturas de Teotonio Vilela (ao Senado), Rui Palmeira (ao Governo e Senado), Ronaldo Lessa (ao Senado) e Rodrigo Cunha (ao Governo).

Também houve a mudança de rota, como Marx Beltrão (do Senado à permanência da Câmara Federal) e Fernando Collor (de presidenciável a governador).

O que acontece em Alagoas é um fenômeno. Chama a atenção, neste início da corrida eleitoral, que o protagonista do pleito não seja o ex-presidente da república, nem o ex-presidente do Congresso Nacional, muito menos o governador, que correu sozinho até o prazo limite das convenções.  

Protagonismo
Por mais que muitos (com e sem mandatos) não aceitem, o protagonista neste primeiro tempo das eleições é Rodrigo Cunha. Deixando claro que protagonismo não garante absolutamente nada e o jovem deputado não tem se ajudado (politicamente falando).

Nas eleições mais rápidas de todos os tempos o cenário acompanha a movimentação imprevisível das nuvens “políticas”. Ao que parece o 7 de outubro está mais para game over (fim de jogo) para velhos e bons nomes, do que para novos tempos – tão propagados até um dia desses.

Sem definição
Há dois dias para os blocos invadirem as ruas da capital e interior, compartilho uma oportuna frase do sociólogo e filósofo polonês Zygmunt Bauman, quando diz que vivemos o “interregno“, onde o futuro não chegou, nem o passado foi embora

Zygmunt Bauman faleceu em janeiro de 2017, aos 91 anos. 

Sobre WebRádio Juventude

Verifique isso

Jovem é morto a tiros em Marechal Deodoro

Na noite deste domingo dia 23 de setembro de 2018, um jovem ainda não identificado …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*