terça-feira, 13 de novembro de 2018
Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3

Aparelho explode durante cirurgia e causa queimaduras em bebê em hospital

Um aparelho explodiu e um bebê de 1 ano sofreu queimaduras no rosto durante cirurgia no Hospital da Baleia, na Região Leste de Belo Horizonte. Avó da criança, Rosemary de Andrade Martins contou que a menina estava na unidade para a retirada de um cisto perto do olho. O incidente aconteceu dia 10, e a garota foi transferida para o Hospital João XXIII, onde chegou a ficar no Centro de Tratamento Intensivo (CTI).

A família procurou a polícia e, conforme registrado no boletim de ocorrência, um representante do Hospital da Baleia alegou que durante o procedimento foi usado um equipamento chamado “cautério elétrico” e que ocorreu uma explosão e início de incêndio. O representante informou que será instaurada uma sindicância interna para apurar o ocorrido. Em nota encaminhada ao G1 nesta quinta-feira (16), o hospital informou que uma perícia não encontrou falhas no equipamento e que as causas ainda estão sendo investigadas.

“Nós achamos que o prédio estava caindo. O terceiro andar chegou a balançar. O prédio balançou”, contou Rosemary ao G1 nesta quinta-feira (16). Segundo Rosemary, a neta estava na enfermaria do Hospital João XXIII nesta manhã. Segundo o Hospital da Baleia, não houve explosão ou abalo no prédio, conforme disse a avó da criança.

Queimaduras

A avó da bebê contou que a neta teve queimaduras de primeiro, segundo e terceiro graus nos olhos e nas vias aéreas. A criança completou um ano no último dia 3 de agosto.

No Hospital João XXIII, de acordo com o boletim de ocorrência, os policiais foram informados pela mãe da criança que ela teve 5% do corpo queimado, no rosto, no ombro e no olho direito. Além disso, a responsável pela garota disse que o estado de saúde é estável e que a filha estava entubada.

O que diz o Hospital da Baleia

Em nota, o hospital informou que a menina “passou por um procedimento de retirada de um cisto (verruga) na região da pálpebra. Durante a cauterização, houve um incidente que veio a provocar queimaduras na face e no dorso da paciente. Uma perícia técnica realizada no dia do fato não constatou falhas no equipamento utilizado, que está com manutenção em dia. As causas ainda estão sob investigação”.

A assessoria informou, ainda, que suas equipes atuaram prontamente a fim de estabilizar a paciente e dar os primeiros atendimentos. Após a estabilização e a comunicação à família, a garota foi para o João XXIII, referência em queimados, junto com profisionais do Baleia. A nota diz ainda que sua equipe acompanha pessoalmente a melhora do estado de saúde da criança, que presta solidariedade à família e está dando esclarecimentos aos órgãos competentes.

Fonte: G1

Sobre WebRádio Juventude

Verifique isso

Alunos da Escola Araújo Lobo se destacam em Olimpíada Brasileira de Robótica, em João Pessoa

Os estudantes da Escola Municipal Dona Maria de Araújo Lobo foram destaque na Olimpíada Brasileira …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*