quarta-feira, 12 de dezembro de 2018
Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3

Ministra rejeita pedido para declarar Lula inelegível antes do registro da candidatura

A ministra Rosa Weber, presidente do Tribunal Superior Eleitoral, rejeitou um pedido para que o ex-presidente Lula fosse declarado inelegível antes de sua candidatura ser registrada.

O pedido foi apresentado na última semana por Kim Kataguiri e Rubens Nunes, coordenadores do Movimento Brasil Livre, o MBL. A ação pedia a concessão de uma liminar para “declarar desde já a incontroversa inelegibilidade” da candidatura do ex-presidente. Além disso, os coordenadores do MBL pediram a proibição do registro de candidatura, de atos de campanha e a citação do nome de Lula em pesquisas.

Ministra Rosa Weber é presidente do TSE

Ao analisar o caso, Rosa Weber entendeu que os integrantes do MBL não possuem legitimidade para apresentar esse tipo de pedido. Diante disso, a ministra decidiu que sequer analisaria o caso.

Em nota, a defesa de Lula afirmou que “nada antes de 15 de agosto poderia impedir a pré-campanha de Lula” e que “na última eleição 145 prefeitos se elegeram com o registro indeferido”. Segundo a nota, “isso mostra que Lula (como qualquer candidato) tem até depois da eleição para reverter a suposta inelegibilidade”.

 
Fonte Agência Rádio

Sobre WebRádio Juventude

Verifique isso

A comunicação em Alagoas está à venda. Quem vai comprar, quem vai vender e por quê?

O jornalismo alagoano passará por uma verdadeira varredura, já a partir de 2019. Ainda não …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*