quinta-feira, 18 de outubro de 2018
Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3

Blog: Jairan Chagas : O carnaval como fonte de renda e diversão.

Olá meus amigos e amigas.

Hoje escrevo sobre o maravilhoso período do carnaval, festa pagã que cultuava Deuses e foi reconhecida pela igreja católica muitos e muitos anos atras. Pois bem, estive este fim de semana na MARAVILHOSA Olinda e pude ver o quanto a cidade se transforma para receber os festejos. Casas enfeitadas, orquestras ensaiadas, palcos montados, bares e pousadas preparadas… Tudo já na eminencia da folia.

Porém, mais importante que a diversão (fator importantíssimo para a data), a cidade se transforma  em um polo de negócios nos 4 dias da folia de momo. Praticamente todas as casas do centro histórico são alugadas e com preços que podem variar de 4 a 25 mil reais de uma esquina para a outra. Os armazéns de empilham cargas astronômicas de cerveja, que podem custar de 4 a 10 reais dependendo da marca e local. Qualquer garagem vira praça de alimentação e entre comida regional e o já “olindense” “Yakisoba”, você pode comer a partir de 5 reais até 30 ou 40 num pratinho de macaxeira com charque – Tudo novamente depende do local e da fome. Pode colocar aí as padarias, supermercados, lojas de utilidades, postos de combustíveis, conveniências, TUDO! O que você imaginar e não imaginar vai funcionar no período do carnaval em Olinda. Por isso, mesmo que  em crise, o carnaval em 2017 movimentou 120 milhões de reais em seu período, isso é renda no bolso das pessoas que já entenderam que a festa não é só a “bagunça” gerada. Mas que serve para dar uma subida nos rendimentos do município e principalmente ajudar os Olindenses a “respirar” neste começo de ano.

Mas Jairan, o que tem isso haver com Marechal?

TUDO meu amigo! A forma cultural, a geografia, a facilidade de acesso, a historicidade… TUDO MESMO! Podemos sim transformar nossa Marechal em uma nova Olinda no carnaval. Gerando emprego e renda para seus moradores e fortalecendo nosso comercio durante o período. É notório os investimentos que o Sec. Diego Lima tem feito para melhorar e dar acesso a nossa cultura, mas precisamos ir além, tornar Marechal um “puxadinho” de Olinda e agrupar o público carente de carnaval que muitas vezes procuram outros balneários por falta de opção. O fato é que Olinda respira a cultura o ano inteiro, mas no carnaval tudo se aflora e vislumbra para o mundo, aqui ainda começamos a engatinhar com os projetos culturais e digo isso com alegria. Para quem sabe daqui a alguns anos possamos ser uma nova sede de frevo no nordeste e estarmos tão charmosos como a capital da alegria em Pernambuco.

No mais, quero desejar a todos ótimas festas e muita paz neste carnaval. Que o ano “comece” a todo gás apos a folia de momo.

Sobre Jairan Chagas

Verifique isso

Blog: Jairan Chagas : Aumento da passagem em Maceió afetará Marechal?

Não tenha dúvidas meus amigos. Podemos enxergar isso como uma reação em cadeia e segundo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*