sábado, 20 de Janeiro de 2018
Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3

Brasil vai ter mais impostos caso reforma da Previdência não seja aprovada, garante base governista

Mesmo no recesso, parlamentares aliados ao governo de Michel Temer estão trabalhando para garantir que a reforma da Previdência seja aprovada. A base precisa de, no mínimo, 308 votos favoráveis para que o texto passe em fevereiro, data limite estipulada pelos líderes do governo.

Até dezembro, a base tinha quase 270 votos. Pelo menos é o que garante o vice-líder do governo na Câmara dos Deputados, Beto Mansur. Segundo o parlamentar, até fevereiro deste ano, a contagem subirá para 320 favoráveis.

“Está faltando é compromisso dos deputados e deputadas para que votem essa reforma que é extremamente necessária para o Brasil.”

De acordo com o deputado, a liderança vem trabalhando ativamente para alcançar o número necessário. Mansur acredita que o prazo máximo para a votação é 19 de fevereiro deste ano.

“Neste ano de 2018, se não houver a reforma, vai faltar ainda mais dinheiro para as necessidades básicas da população.”

O deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS) também não admite a não aprovação da reforma.

“Não conseguir é aumentar imposto, é parar o País, é não ter dinheiro para a saúde, para a educação, para o jovem, para o doente, motorista, desempregado. Vai ser um horror.”

A PEC 287, de 2016, muda algumas regras no setor previdenciário. Entre elas, institui uma idade mínima para aposentadoria, hoje inexistente no Brasil.

 

fonte agência do radio

Sobre WebRádio Juventude

Verifique isso

Nova BBB é ex de jogador do Corinthians que trata como ‘finado’

A ex-jogadora de vôlei, Paulinha Barbosa, foi apresentada como uma das integrantes do BBB18. Quando integrou …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*